Medalhista de ouro com a seleção norte-americana em Pequim-2008, ala-armador diz que retorno à seleção depende de vários fatores

O ala-armador Dwyane Wade vai viajar para a China dentro de alguns dias por compromissos com uma de suas patrocinadoras. Há três anos, o atleta também esteve no país, mas a razão da visita foi muito diferente: ele integrou a seleção norte-americana que conquistou a medalha de ouro olímpica.

Em 2012, os EUA encaram a missão de defender o título nas Olimpíadas de Londres. A presença do astro do Miami Heat, porém, ainda é incerta. Segundo Wade, a decisão de integrar ou não o time dependerá de muitos fatores e nada está definido.

O ala-armador está animado com seu retorno à China, mas não para reviver os momentos da conquista de 2008. “Estou empolgado em voltar lá e só aproveitar o país”, afirmou. “Eu quero visitar lugares diferentes. Tem muitas coisas que quero fazer neste verão e terei muito tempo para isso”.

A viagem surge como mais uma chance de superar a derrota nas finais da última temporada, contra o Dallas Mavericks . Participando de um evento com crianças, Wade foi questionado sobre a decisão. Apesar de tentar tratar o assunto com bom humor, o atleta revelou que ainda não está completamente recuperado.

“A ferida está lá, sem dúvidas”, disse. “Quando elas (as crianças) fazem perguntas, querem saber como foi. Então, eu explico usando meu senso de humor. Mas ferida ainda está lá. No entanto, você tem que seguir em frente”.

Wade não deverá ser o único campeão olímpico a considerar não retornar à seleção. O diretor do “USA Basketball”, Jerry Colangelo, pretende entrar em contato com os integrantes daquele time no próximo mês e não espera que todos estejam interessados em participar dos Jogos de Londres.

Embora, logo após a vitória em Pequim-2008, todos os atletas (incluindo Kobe Bryant e LeBron James) tenham se comprometido a voltar em 2012, o dirigente entende que as circunstâncias mudaram para muitos dos que participaram da campanha nas três últimas temporadas. Com isso, a tendência é que os campeões mundiais de 2010 ganhem a oportunidade de jogar em Londres.

    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.