Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Varejão e Splitter jogam nesta terça. Lakers é destaque também

Sete jogos movimentam a noitada da NBA. Time californiano quer acabar com sequência de duas derrotas seguidas

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854291607&_c_=MiGComponente_C

Anderson Varejão e Tiago Splitter são os dois brasileiros que estarão em quadra na rodada desta terça-feira da NBA. O Cleveland Cavaliers do capixaba estará enfrentando o Boston dentro de casa, enquanto que o San Antonio Spurs do catarinense vai até a Bay Area de São Francisco para medir forças com o Golden State Warriors.

Outro jogo de destaque da rodada colocará frente a frente Memphis Grizzlies e Los Angeles Lakers. Será o duelo entre os irmãos Gasol: Marc e Pau.

Oitavo colocado no Leste (sete vitórias e nove derrotas), o Cleveland entra em quadra às 22h de Brasília disposto a repetir a dose do primeiro confronto contra o Boston, em 27 de outubro passado, quando na mesma Q Arena de Ohio o time passou pelo adversário por 95 a 87. Negligenciamos o Cavas naquele momento, disse Shaquille ONeal sobre a partida do mês passado; Shaq que será marcado por Varejão.

E é bom que o Celtics, segundo colocado no Leste (12-4), entre ligado desde o início do jogo. Isso porque, ao contrário do confronto anterior, desta vez o Cavs poderá contar com o armador Mo Williams, que perdeu os três primeiros jogos da temporada por conta de uma lesão na virilha. Mo está com média de 19,4 pontos por jogo nos últimos cinco confrontos.

Splitter terá um duelo bem mais fácil do que Varejão. O San Antonio, líder não apenas do Oeste, mas de toda a NBA com um desempenho de 14 vitórias e duas derrotas, pega o Golden State, apenas o décimo colocado no Oeste, oito vitórias e nove derrotas.

O jogo está marcado para a 1h30 da manhã e o San Antonio tem tudo para cravar mais uma vitória. O Warriors ganhou apenas três de seus últimos sete compromissos. Chance para Splitter jogar alguns minutos a mais, uma vez que o técnico Gregg Popovich não costuma usá-la nos jogos mais difíceis por ele se tratar de um novato na liga.

Getty Images
Kobe é uma vez mais a esperança do Lakers para conquistar mais uma vitória

No Tennessee, os irmãos Gasol estarão medindo forças dentro do garrafão, uma vez que Pau, do Lakers, estará uma vez mais improvisado como pivô por causa da ausência de Andrew Bynum, que pretende voltar ao time em três semanas. O jogo começa às 23h.

No papel, Pau está muito melhor do que Marc. O jogador do Lakers acumula médias de 12,5 pontos e 11,9 rebotes, enquanto que o pivô do Memphis tem 11,5 pontos e 7,3 rebotes.

O Lakers, segundo colocado no Oeste (13-4) joga para colocar um ponto final em uma sequência de duas derrotas, o que para muitos é pouco, mas pelo time e pelas pretensões dos californianos é muito. O fato é que a equipe vem caindo de produção. Nos primeiros 14 jogos, anotou uma média de 112,5 pontos por jogo; de lá pra cá, acumula 95,3, fruto de um aproveitamento de apenas 39,9% de seus arremessos.

Muito deste desempenho ruim tem que ser creditado na conta do armador Derek Fisher. Especialista nos arremessos de três pontos, Fisher não derrubou nenhuma bola nos últimos quatro jogos. E de seus 21 tiros nos últimos três jogos, apenas três acertaram o alvo.

O Memphis é apenas o 11º. colocado do Oeste com uma campanha de sete vitórias e dez derrotas. O jogo do time uma vez mais estará concentrado em Rudy Gay, medalha de ouro com os EUA no Mundial da Turquia, em setembro passado. No único confronto entre Lakers e Memphis, em 2 de novembro passado, em Los Angeles, Gay anotou 30 pontos na derrota por 124 a 105.

Os outros jogos da rodada desta terça-feira são:

Orlando x Detroit (22h)
Philadelphia x Portland (22h)
New York x New Jersey (22h30)
Sacramento x Indiana (1h)

Leia tudo sobre: basquete - nba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG