Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Varejão é o único brasileiro em quadra na rodada deste sábado

Cleveland enfrenta o Minnesota fora de casa. Dois outros jogos chamam atenção: Miami x Atlanta e Chicago x Boston

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854580531&_c_=MiGComponente_C

A rodada deste sábado da NBA colocará apenas um brasileiro em quadra. Às 23h de Brasília, o Cleveland Cavaliers de Anderson Varejão viajará até Minnesota em busca da reabilitação, uma vez que na última vez que jogou perdeu feio ¿ e em casa ¿ para o Miami Heat de LeBron James.

O time de Ohio precisa mesmo somar vitórias, pois seu desempenho no campeonato não tem sido nada bom. É o nono colocado da Conferência Leste com um aproveitamento de apenas 38,9% de seus jogos. Venceu sete e perdeu 11. Dos últimos dez confrontos, ganhou só três. Vem de duas derrotas consecutivas.

Nós temos um time jovem e isso não me machuca, falou o técnico Byron Scott sobre a derrota de 118 a 90 diante do Miami. Este é um processo de aprendizagem para nosso time. Muitos de nossos jovens jogadores nunca viveram esse tipo de situação.

Esquisito o que Scott diz, pois a equipe é o mesma das últimas temporadas, à exceção de LeBron James. Varejão, Mo Williams, Antawn Jamison, J.J. Hickson, Anthony Parker, Jamario, Moon e Daniel Gibson participaram das duas últimas campanhas do Cavs, disputando, inclusive os playoffs passados.

Inexperiente é o time do Minnesota, adversário do Cleveland deste sábado. Depois que Kevin Garnett deixou a franquia, ela nunca mais se acertou. Neste campeonato, é a penúltima colocada do Oeste e no geral ocupa a penúltima colocação também.

Varejão terá um duelo e tanto pela frente: encarar Kevin Love, que está fazendo uma ótima temporada, especialmente quanto aos rebotes. O pivô do Wolves é o líder neste quesito no campeonato, com uma média de 15,1 por partida.

Além de Minnesota x Cleveland, dois outros jogos chamam a atenção nesta rodada. Embalado pela estupenda vitória diante do Cavs, o Miami volta à sua American Airlines Arena e recebe o Atlanta Hawks às 22h30. Meia hora mais tarde, o Chicago enfrenta o Houston Rockets.

Getty Images
LeBron James e Dwyane Wade, duas das estrelas do Miami, que enfrenta o Altanta

O Atlanta é o atual terceiro colocado do Leste com uma campanha de 13 vitórias e sete derrotas, aproveitamento de 65.0%. O Miami tem 12-8 (60,0%) e uma vitória do time da casa iguala as campanhas, colocando o Heat na terceira posição.

Não é apenas o resultado diante do Cavs que empolga o Miami. A atuação do time também. LeBron James fez seu melhor jogo com a camisa do Heat ao anotar 38 pontos. Mas os demais jogadores também atuaram de forma convincente.

São três vitórias consecutivas no momento; seis nos últimos dez confrontos. Detalhe: contra times que têm campanha superior a 50%, o Miami tem um aproveitamento de quatro vitórias e seis derrotas.

O que deve facilitar a vida do time da Flórida é que Joe Johnson, melhor jogador do adversário, não vai atuar. O ala-armador fez uma cirurgia no ombro e ficará de molho por um mês e meio.

O Atlanta começou muito bem o campeonato, tendo vencido suas seis primeiras partidas. Depois degringolou. Perdeu quatro na sequência. Venceu mais dois e depois perdeu mais três.

A partir desta última derrota (New Jersey, fora de casa), no entanto, o time fez novamente as pazes com a vitória. Enfileirou cinco triunfos, dois deles fora de casa, contra New York Knicks e Toronto Raptors.

Em Chicago, o Bulls tenta reencontrar diante do Houston Rockets o caminho que o leve às vitórias novamente. Depois de ter feito uma ótima campanha na Circus Trip desta temporada (sete jogos fora de Chicago por causa de um circo que é montado anualmente no United Center), com quatro vitórias e três derrotas, a equipe voltou para casa e apanhou feio do Orlando e nesta sexta-feira foi derrotada uma vez mais: agora pelo Boston.

O curioso é que nessas duas derrotas o time pôde contar pela primeira vez com Carlos Boozer, sua maior contratação para esta temporada. O ala-pivô não tinha jogado até então porque se recuperava de uma cirurgia no dedo mínimo da mão direita.

A parada para o Chicago não será fácil. O Houston vem de duas vitórias convincentes: bateu o Lakers em casa e nesta sexta ganhou do Memphis Grizzlies fora, Grizzlies que havia também batido o time de Los Angeles.

Os outros jogos deste sábado são:

Philadelphia x Charlotte (22h30)
Milwaukee x Orlando (23h30)
Sacramento x Dallas (1h)

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG