Tamanho do texto

Equipe mineira levou a melhor sobre o Joinville, mas triunfo do Bauru evitou avanço na tabela de classificação

O Uberlândia levou a melhor na briga pela sexta colocação na primeira fase do NBB. Jogando em casa, o time mineiro levou a melhor e venceu por 85 a 77 o equilibrado duelo contra o Joinville na manhã deste domingo.

O Uberlândia entrou em quadra com a possibilidade de encerrar a primeira fase entre os quatro primeiros colocados. No entanto, o triunfo do Bauru sobre o Vitória por 81 a 80 impediu qualquer possibilidade do time mineiro de chegar ao G4.

Para vencer, o Uberlândia contou com atuação inspirada do norte-americano Robby Collum. O armador anotou 25 pontos e foi o cestinha da partida na manhã deste domingo. Pelo lado do Joinville, o armador André Manteguinha foi o melhor com 19.

Outra chave para a vitória foi a força coletiva. Foram 13 assistências para os donos da casa. O destaque desta estatística também foi o norte-americano Collum. O jogador distribuiu cinco assistências. Já o Joinville conseguiu apenas três.

Tal desempenho rendeu ao Uberlândia a décima nona vitória no campeonato. Com a campanha, o time mineiro fecha a primeira fase do NBB com a sexta colocação. Já o Joinville amargou o décimo primeiro revés e fechou em sétimo.

O jogo

Motivado pela chance de ainda chegar ao G4, o Uberlândia começou melhor a partida diante do Joinville. Com 63% de aproveitamento no ataque e jogo mais coletivo (sete assistências contra apenas uma), o time mineiro dominou o primeiro tempo. Com isso, os donos da casa foram para o intervalo com 39 a 35 no placar.

O Joinville dominou o garrafão no começo do segundo tempo. O time catarinense pegou dez rebotes contra apenas sete do Uberlândia no terceiro quarto. Com isso, os visitantes aproveitaram para vencer o período por 22 a 20.

As duas equipes entraram no último quarto separadas por apenas dois pontos (59 a 57). O Joinville seguiu com a recuperação e conseguiu a virada através de duas bolas de três pontos convertidas pelo armador André Manteguinha.

Atrás no placar, o Uberlândia voltou a atuar de forma coletiva. O time mineiro chegou à sua décima terceira assistência na partida contra apenas três do Joinville. A mudança de postura valeu a recuperação e a virada.

Nervoso, o Joinville passou a exagerar no número de faltas. Melhor para o Uberlândia. A equipe mineira conseguiu converter todas as dez tentativas que teve na linha do lance livre no último quarto. Sem força, os visitantes não conseguiram reagir.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.