Indaiatuba recebe evento que termina nesta sexta-feira. Discussões envolve temas como gestão, justiça desportiva e psicologia

As comissões técnicas das 15 equipes que disputaram a terceira edição do NBB, que sagrou Brasília como bicampeão nacional , estão reunidos na cidade de Indaiatuba, em São Paulo, para um evento direcionado aos treinadores e assistentes. O II Congresso Técnico NBB começou na última quarta-feira e vai até esta sexta-feira.

Divulgação
Alberto Bial, técnico do Joinville, participa de debate
A reunião possibilita a troca de experiências e conceitos trabalhados no decorrer do ano entre os profissionais da liga. Ainda foram realizadas palestras diárias que colocaram em pauta assuntos como gestão, marketing, o Código Brasileiro de Justiça Desportiva e a psicologia aplicada ao esporte.

Claúdio Mortari, membro do Conselho Técnico da Liga Nacional de Basquete (LNB), acredita que as informações compartilhadas ajudam no desenvolvimento dos treinadores do país. “O fato de ouvirmos as experiências e as dificuldades que os técnicos passaram durante a temporada ajuda demais na reflexão e evolução do trabalho de cada um”, afirmou.

O congresso teve como convidados os técnicos do Tijuca, Miguel Palmier, e da Liga Sorocabana, Rinaldo Rodrigues. As duas equipes ganharam o direito de pleitear uma vaga para a próxima edição do NBB por terem sido finalistas da Super Copa Brasil.

“Esse congresso é ótimo para buscarmos conhecimento e podermos aplicá-lo a nossa equipe”, disse Rodrigues, recentemente suspenso pelo Supremo Tribunal de Justiça Desportiva .

Os treinadores presentes não auxiliam apenas uns aos outros, mas também fazem comentários que contribuem para a evolução do NBB. “Questionamos os técnicos sobre como eles enxergam o campeonato e o que precisamos evoluir para as próximas edições”, explicou Lula Ferreira, gerente técnico da LNB.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.