Gregg Popovich acredita que o pivô brasileiro tem condições de se tornar uma das principais peças da equipe texana no futuro

O brasileiro Tiago Splitter teve pouco tempo de quadra na sua temporada de estreia na NBA, com média de apenas 12 minutos de ação por jogo. Mas o técnico do San Antonio Spurs, Gregg Popovich, indica que a situação do pivô catarinense deverá mudar completamente em breve.

“Acredito que o Tiago tende a ser um elemento-chave para o nosso futuro”, disse o treinador. “Ele tem tamanho, tenacidade, coragem e consistência. Será uma peça muito importante para o desenvolvimento do nosso time”.

Selecionado no NBA Draft de 2007 pelo San Antonio, Splitter permaneceu na Europa por mais três anos. Em 2010, juntou-se à equipe texana logo após ter sido eleito o melhor jogador da liga espanhola defendendo o Caja Laboral – onde foi companheiro de time do armador Marcelinho Huertas.

Popovich credita o pouco tempo de quadra de Splitter em seu ano como calouro às lesões sofridas no início da temporada.

“Quando você é um novato e perde todo o período de preparação, você vai acabar encontrando muita dificuldade”, justificou o comandante do Spurs. “Depois, ele ainda se machucou mais uma ou duas vezes. Quando estava começando a ficar saudável, nós estávamos ajustados. DeJuan (Blair) estava começando os jogo e nós não mudamos isso”.

Dono de médias de 4,6 pontos e 3,4 rebotes por partida, Splitter está aproveitando as férias para trabalhar com Chip Engelland, treinador de arremessos do Spurs. O objetivo é tornar seu jogo ofensivo mais produtivo, sobretudo o aproveitamento na linha do lance livre – que foi de apenas 54.3% na temporada 2010/11.

    Leia tudo sobre: nba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.