Tamanho do texto

Em seu twitter, Dan Gilbert disse que os fãs do time vão poder se manifestar na partida contra o Miami de LeBron James

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859823280&_c_=MiGComponente_C

Dan Gilbert, dono do Cleveland Cavaliers, postou na tarde desta quinta-feira mensagem em seu twitter desmentindo matéria publicada pelo site da ESPN norte-americana, dando conta de que os torcedores do Cavs serão monitorados dentro e fora do ginásio no dia do jogo contra o Miami Heat, primeira visita de LeBron James a Cleveland.

A matéria da ESPN está errada e é ingênua, disse Gilbert em seu twitter. Obviamente que nenhuma profanação, nenhuma coisa vulgar, você vai querer que uma criança veja, mas nós não seremos a Gestapo dentro da Q (Arena, ginásio do Cleveland).

Gestapo era a polícia secreta que trabalhava para o regime nazista do ditador Adolf Hitler.

Nesta quarta-feira, o site da ESPN americana publicou texto dizendo que não seriam permitidas manifestações hostis dentro do ginásio do Cavs quando da partida entre Cleveland. Faixas com dizeres contrários a LeBron e sua família seriam confiscadas e torcedores com camisetas contendo mesmo teor, seriam obrigados a tirá-la e em troca receberiam uma camiseta do Cavs.