Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Tiago Splitter pode ficar fora do Pré-Olímpico em Mar Del Plata

Impasse salarial da NBA pode tirar jogador do torneio classificatório para Londres 2012. Pivô revela possibilidade atuar na Europa

iG São Paulo |

Getty Images
Splitter em ação pelo Spurs
O impasse em relação à questão salarial dos jogadores na NBA pode fazer Tiago Splitter ficar fora do Pré-Olímpico de Mar Del Plata. O jogador brasileiro do San Antonio Spurs colocou em dúvida a sua participação no torneio e ainda revelou que pode voltar a jogar na Europa em caso de falta de acerto.

O Pré-Olímpico será disputado na cidade de Mar Del Plata, na Argentina, e terá início no final do mês de agosto. As duas seleções que chegarem à final da competição garantem vaga nas Olimpíadas de Londres. Os EUA já têm passaporte carimbado para os Jogos de Londres, pois venceram o Mundial da Turquia em 2010.

"Há um problema", disse Splitter. "O mais importante é ter o seguro. Com a greve eu não terei seguro para jogar com a seleção. A confederação terá que descobrir como lidar com isso. Se não conseguir, não jogarei".

De férias desde a eliminação do Spurs para o Memphis Grizziles na primeira rodada dos playoffs, Splitter afirmou que este "será um dos verões mais loucos". Segundo o jogador, ninguém sabe o que irá acontecer se um possível bloqueio entre jogadores e times acontecer.

"Eu acho que todo mundo está pensando em jogar na Europa", disse Splitter em entrevista ao site do jornal "San Antonio Express". "Para mim é um pouco mais fácil uma vez que eu já joguei lá e tenho meu passaporte. Se os problemas seguirem eu posso jogar três ou quatro meses por lá".

David Stern, comissário da NBA afirmou antes do começo da atual temporada que planeja uma redução salarial para os jogadores. A folha salarial das equipes teria uma queda de 25%. A redução do limite cairia de US$ 58 milhões para US$ 45 milhões.

Presidente da associação dos jogadores da liga, o armador Derek Fisher do Los Angeles Lakers desaprovou a medida que a liga pretende tomar. O atleta afirmou que as negociações seguirão.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG