Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Stoudemire e Anthony saem em defesa de Mike D'Antoni

Os dois principais jogadores do New York Knicks dizem que apoiam a permanência do treinador para a próxima temporada

iG São Paulo |

Um dia depois da eliminação do New York Knicks destes playoffs da NBA, os dois principais jogadores do time, Amar’e Stoudemire e Carmelo Anthony, saíram em defesa do técnico Mike D’Antoni. O treinador tem sido criticado por boa parte da mídia e da torcida e responsabilizado pela fraca campanha da equipe na série diante do Boston Celtics, que venceu o confronto por 4 a 0.

“Com certeza, com certeza”, disse Stoudemire quando perguntado se D’Antoni deveria permanecer no comando técnico do grupo na próxima temporada. “Nosso treinador é o motivo pelo qual nós tivemos uma campanha vencedora (na fase de classificação). Só não fomos melhores nos playoffs por causa das contusões”.

Ele próprio, Stoudemire, e o armador Chauncey Billups se machucaram durante a série frente ao Celtics. Billups fez apenas um jogo, o primeiro. Amar’e, no segundo, atuou por apenas oito minutos. Nos dois seguintes, disse ter jogado com dores nas costas, que o tiraram do jogo 2.

“Definitivamente, acho que os dois deveriam permanecer”, disse Stoudemire. Dois, no caso, inclui também o gerente geral da franquia, Donnie Walsh.

Tanto Walsh quanto D’Antoni têm mais um ano de contrato com o Knicks. E as críticas também recaem sobre Walsh. “Donnie vem fazendo um excelente trabalho e ele é um dos motivos de eu estar aqui em Nova York”, disse Amar’e, que na temporada passada jogava pelo Phoenix Suns.

“Estou ao lado deles”, disse Carmelo sobre os dois personagens, que já têm um grande “abacaxi” pela frente: Billups tem mais um ano de contrato com a franquia e por ele vai receber US$ 14,2 milhões (cerca de R$ 22,3 milhões). O que se questiona é se vale a pena pagar esse montante todo por um jogador de 35 anos ou se o dispensa pagando a multa de US$ 3,7 milhões (cerca de R$ 5,8 milhões).

Billups disse que gostaria de voltar a Nova York e jogar a próxima temporada.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG