Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Splitter joga bem, mas San Antonio perde para o Portland no fim

Cesta no último segundo de Nicolas Batum define vitória dos mandantes. Novamente titular, brasileiro faz 11 pontos e sete rebotes

iG São Paulo |

O San Antonio Spurs segue sem conseguir vencer o Portland Trail Blazers como visitante. Na noite desta sexta-feira, foi derrotado por 98 a 96 após cesta do francês Nicolas Batum no estouro do cronômetro. O pivô brasileiro Tiago Splitter, mantido entre os titulares da equipe texana, acertou todos os cinco arremessos que tentou e marcou 11 pontos, além de ter apanhado sete rebotes.

Getty Images
Batum faz a cesta que dá a vitória ao Blazers
O resultado estende a série de insucessos do Spurs em Portland. A última vez que o time comandado por Gregg Popovich venceu o Blazers como visitante foi há quase três anos: em abril de 2008.

Herói da partida ao fazer a cesta da vitória, Batum foi um dos cestinhas da noite com 21 pontos. O armador Andre Miller marcou os mesmos 21 pontos, deu oito assistências e pegou seis rebotes. Outro atleta com boa participação no resultado positivo do Portland foi o ala Gerald Wallace, com 14 pontos e dez rebotes.

Pelo San Antonio, o principal destaque foi o ala-armador argentino Manu Ginobili, dono de 21 pontos e sete assistências. Seu companheiro de armação, o francês Tony Parker, contabilizou 15 pontos, quatro rebotes e quatro assistências.

A disputa foi bastante parelha entre as equipes desde o princípio do duelo. Depois de ter encerrado o primeiro quarto perdendo por 28 a 24, o Portland reagiu e assumiu a ponta do marcador no segundo período.

Contudo, a cesta de três pontos de Matt Bonner nos segundos finais fez com que o San Antonio retomasse a superioridade e fosse para o intervalo ganhando por 49 a 47. Splitter era um dos principais responsáveis pela vitória parcial dos visitantes neste momento, com oito pontos e sete rebotes até então.

O Spurs dava a impressão de que chegaria à vitória quando abriu dez pontos de frente (88 a 78) após uma cesta do calouro Gary Neal, com cinco minutos e meio para o fim. Entretanto, o Blazers foi aos poucos se aproximando no marcador e contou com uma série de erros do oponente para reverter a desvantagem.

A sete segundos do fim, os visitantes venciam por 96 a 94 e tinham a posse de bola, mas Ginobili foi desarmado por Wesley Matthews, que foi partiu para o contra-ataque. O ala-armador do Blazers tentou uma bandeja, mas foi bloqueado por Matt Bonner. Mas o próprio Bonner cometeu uma falta em cima de Batum, que havia ficado com o rebote ofensivo.

O francês foi para a linha do lance livre, acertou os dois tiros que teve direito e empatou a partida em 96 pontos com nove décimos de segundo no relógio. Bola do Spurs, que teria a chance de vencer no último ataque. O público no Rose Garden torcia por um erro dos texanos para que o jogo fosse para a prorrogação.

Mas apenas os torcedores mais otimistas poderiam prever o que viria a acontecer em seguida. Steve Novak errou o passe na reposição de bola e entregou de graça a posse para os mandantes, que pediram um tempo.

Miller fez exatamente o oposto de Novak. Seu um passe foi realizado com perfeição na reposição da bola, que encontrou as mãos de Batum no ar. O francês completou com um tapinha no estouro do cronômetro e garantiu a vitória ao Portland.

O San Antonio conclui sua série de três partidas seguidas como visitante no domingo, contra o Memphis Grizzlies. Neste mesmo dia, o Portland enfrenta o Oklahoma City Thunder também como fora de casa.

Leia tudo sobre: nbaspursblazerstiago splitter

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG