Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Splitter faz seis pontos e ajuda o San Antonio a bater o Philadelphia

Com o resultado, o Spurs chega à sétima vitória em oito jogos disputados; Tony Parker foi o grande destaque da partida

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860272435&_c_=MiGComponente_C

  • Miami bate o Toronto e volta a vencer após duas derrotas
  • Utah vence e encerra viagem pelo Leste com quatro vitórias
  • Franquias da NBA tiveram lucro recorde na última temporada
  • Fábio Sormani: Acesse o blog e leia sobre o início da temporada
  • Twitter do iG Esporte: Principais notícias, fatos inusitados, vídeos e opinião
  • Atuando diante da sua torcida, o San Antonio Spurs não teve dificuldades para superar o Philadelphia 76ers. A vitória por 116 a 93, que contou com seis pontos de Tiago Splitter, foi a sétima da equipe em oito jogos disputados.

    O pivô brasileiro atuou por exatos 18:33 minutos. Além dos seis pontos, pegou três rebotes, deu duas assistências e roubou uma posse de bola.

    O principal jogador em quadra foi o armador Tony Parker. O francês acertou dez dos 13 arremessos que tentou e somou 24 pontos, além de ainda ter distribuído sete assistências e roubado três bolas do adversário.

    AP
    Tony Parker faz bandeja cercado de dois jogadores do Philadelphia

    Quem também se destacou pelo San Antonio foi o pivô DeJuan Blair, dono de 13 pontos e 12 rebotes. Já o ala-armador argentino Manu Ginobili contribuiu com 18 pontos.

    O armador Jrue Holiday registrou 16 pontos e cinco assistências e foi o melhor do Philadelphia na partida. Já o ala Andre Iguodala teve dez pontos e oito rebotes.

    A superioridade em alguns fundamentos ilustra a facilidade que o San Antonio teve para chegar à vitória. A equipe foi melhor nos arremessos de quadra (48,2% contra 41,5%), nos rebotes (47 a 38), nas assistências (21 a 13) e nos roubos de bola (10 a 5).

    O Spurs não teve grandes dificuldades para se firmar na liderança do jogo no primeiro tempo. Foi para os vestiários vencendo por nove pontos de diferença (61 a 52). E sacramentou o resultado após um excelente desempenho no terceiro quarto: foram 35 pontos anotados no período, contra apenas 12 do rival.

    Perdendo por mais de 20 pontos no último quarto, o Philadelphia nada pôde fazer para evitar a oitava derrota em dez jogos disputados na temporada. Ao lado do Toronto Raptors, a equipe tem a pior campanha da Conferência Leste.

    Leia tudo sobre: basquete - nba

    Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG