Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Splitter faz cinco pontos na vitória fora de casa do San Antonio

Pivô brasileiro esteve em quadra por dez minutos; Ginobili foi o destaque do triunfo sobre o Charlotte Bobcats

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861576187&_c_=MiGComponente_C

O San Antonio Spurs chegou à quinta vitória em seis jogos disputados na temporada ao bater o Charlotte Bobcats fora de casa por 95 a 91. O pivô brasileiro Tiago Splitter participou do jogo por 10 minutos e 36 segundos. Registrou cinco pontos e quatro rebotes durante o tempo em que esteve em quadra.

O grande jogador do confronto foi o ala-armador Manu Ginobili. O armador anotou 26 pontos, pegou cinco rebotes, deu três assistências e roubou duas posses de bola. Além disso, foi o responsável pela cesta no final que garantiu o triunfo ao San Antonio.

AP
Stephen Jackson protege a bola da marcação de Manu Ginobili

Tim Duncan e Tony Parker também apareceram bem pela franquia texana. O ala-pivô atingiu um double-double, com 14 pontos e dez rebotes. Já o armador francês teve 12 pontos, oito assistências e quatro rebotes.

Quem mais se destacou pelo time da casa foi um reserva: o ala-pivô Tyrus Thomas saiu do banco para somar 16 pontos, oito rebotes e três tocos. Os titulares Stephen Jackson e Boris Diaw colaboraram com 15 pontos cada.

O Charlotte começou o jogo melhor e assumiu a ponta do marcador logo nos minutos iniciais. A vantagem era de sete pontos (26 a 19) ao final do primeiro quarto e chegou a atingir uma dezena (31 a 21) quando o pivô Nazr Mohammed acertou um arremesso com nove minutos para o intervalo.

Mas duas bolas de três pontos, convertidas por Gary Neal e James Anderson logo em seguida, rapidamente cortaram a desvantagem. O San Antonio manteve-se próximo pelo restante do primeiro tempo e foi para os vestiários perdendo por 48 a 44.

O time texano não precisou de muito tempo na segunda metade para igualar o marcador. E com uma cesta de longa distância de Ginobili, a seis minutos do fim do terceiro quarto, passou à frente (60 a 57). Daí em diante, a liderança não mudou mais de lado até o fim do confronto.

Um arremesso certeiro de Richard Jefferson com pouco menos de três minutos por jogar deixou o Spurs com nove pontos de vantagem (93 a 84). Quando tudo parecia definido em favor dos visitantes, o Charlotte fez sete pontos consecutivos e voltou a ameaçar o resultado. A cesta de Derrick Brown, a 27 segundos do fim, deixou o time local a apenas dois pontos do empate.

Mas Ginobili apareceu para confirmar a vitória do Spurs. A infiltração certeira do argentino com cinco segundos restantes colocou números finais no marcador, evitando qualquer chance de reviravolta do adversário.

Leia tudo sobre: basquete - nba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG