Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Splitter faz 11 pontos na derrota do San Antonio para o Orlando

Brasileiro fez boa partida, mas o Spurs teve sua série invicta interrompida pelo Magic, que não vencia há quatro jogos

Luís Araújo, iG São Paulo |

O Orlando Magic conquistou uma boa vitória na noite desta quinta-feira e acabou com sua série de derrotas que já durava quatro partidas. Atuando dentro do seu ginásio, bateu o San Antonio Spurs por 123 a 101 e encerrou uma sequência de dez triunfos consecutivos do time texano.

O pivô brasileiro Tiago Splitter ficou em quadra por exatos 17:26 minutos. Acertou três dos seus cinco arremessos de quadra e anotou 11 pontos. Ainda pegou cinco rebotes, roubou duas posses de bola e deu um toco.

Splitter foi um dos oito atletas do San Antonio que alcançou os dois dígitos de pontuação. Os armadores Tony Parker e Gary Neal anotaram 16 cada. Já o ala-pivô Tim Duncan apareceu com 12 pontos e seis rebotes. Mas o jogo coletivo do Spurs nesta noite não foi o suficiente para conter o Magic.

O time da Flórida chegou ao resultado positivo liderado por mais uma grande exibição de Dwight Howard, que teve rendimento quase perfeito no ataque ao acertar 11 dos 13 arremessos que tentou. O pivô foi o cestinha do confronto com 29 pontos e também pegou 14 rebotes e deu três tocos.

AP
Brandon Bass briga pelo rebote com Tim Duncan

O ala-pivô Brandon Bass contribuiu para a vitória do Orlando com 17 pontos e seis rebotes. O ala-armador reserva J.J. Redick anotou os mesmos 17 pontos.

O San Antonio foi inferior nos rebotes, tendo apanhado 39, contra 46 do rival. Em compensação, o Orlando foi muito bem nos arremessos de quadra: converteu 59,5% dos seus tiros, enquanto o Spurs acertou 42,2%.

Houve muito equilíbrio durante os 12 minutos iniciais do jogo. O Orlando fez todos os cinco últimos pontos do primeiro quarto e venceu o período por 28 a 26. Daí em diante, o time da casa jamais esteve em desvantagem durante a partida. No intervalo, tinha nove pontos de superioridade: 62 a 53.

O Magic voltou dos vestiários da mesma maneira que havia terminado a primeira metade, com o controle absoluto da partida. Durante o terceiro quarto, conseguiu levar a liderança para a casa das duas dezenas. Manteve distância segura pelo decorrer da disputa e confirmou a vitória sobre o time de melhor campanha da NBA.

Leia tudo sobre: Orlando Magicsan antonio spurstiago splitternba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG