Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Splitter atua apenas dois minutos na vitória do San Antonio Spurs

Pivô brasileiro sofreu com o número de faltas e anotou apenas dois pontos. Equipe soma sete triunfos consecutivos

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860311667&_c_=MiGComponente_C

O San Antonio Spurs comprovou o bom momento. Mesmo jogando fora de casa, a equipe conseguiu uma importante vitória sobre o Oklahoma City Thunder, rival da Conferência Oeste. Com o brasileiro Tiago Splitter discreto (apenas dois pontos e dois rebotes), a equipe venceu por 117 a 104.

Splitter pouco colaborou para mais uma vitória de seu time. O jogador atuou por apenas dois minutos da partida. O pivô brasileiro entrou no final do primeiro quarto e cometeu três faltas. Após as infrações, ele retornou para o banco e não entrou novamente no jogo.

Agora o Spurs soma sete vitórias consecutivas. A equipe de San Antonio venceu oito das nove partidas que fez na temporada. Já o Thunder teve sua série de duas vitórias seguidas quebrada e soma quatro derrotas em nove jogos.

Para vencer, o Spurs contou com ótima atuação do reserva Matt Bonner. O jogador estava inspirado nos arremessos longos. O ala converteu todas as sete tentativas que fez em tiros de três pontos. Outro fator importante foram os rebotes. Mesmo com aproveitamento menor nos ataques (40% a 45%) a equipe se valeu das segundas chances (13 a 5 nos ofensivos).

AP
Tony Parker tenta bandeja em nova vitória do San Antonio Spurs

Kevin Durant não teve uma atuação brilhante. O astro do Thunder fechou a partida com 23 pontos e sete rebotes. O jogador ficou atrás de Tony Parker, que foi o cestinha do jogo com 24 acertos. Ao lado de Manu Ginobili (21), o armador comandou a vitória do Spurs.

O jogo

A partida começou equilibrada no Ford Center em Oklahoma. Contudo, o Thunder comandou as ações nos primeiros minutos. Aos poucos, os donos da casa foram se impondo na partida durante o primeiro quarto e chegaram a abrir dez pontos.

Com Tim Duncan e DeJuan Blair zerados no primeiro quarto, o treinador Gregg Popovich colocou o brasileiro Tiago Splitter pela primeira vez em quadra quando faltavam três minutos para o final da parcial inicial.

O brasileiro ficou apenas dois minutos no jogo. Neste tempo, Splitter anotou dois pontos e pegou dois rebotes. No entanto, o pivô fez três faltas. E, do banco de reservas, ele viu sua equipe reduzir a desvantagem para cinco no final do primeiro quarto.

Com 32% de acerto no ataque e com Duncan no banco, o Spurs não conseguiu manter o jogo equilibrado no terceiro quarto. Os seis pontos de Serge Ibaka na primeira metade do período ajudaram o Thunder a aumentar a vantagem para nove pontos (51 a 42). O fraco desempenho obrigou Popovich a pedir tempo. Mais ajustada, a equipe de San Antonio reduziu a desvantagem para apenas quatro.

Tim Duncan anotou seus primeiros pontos no jogo faltando três minutos para o final do segundo quarto. Para compensar, Tony Parker comandou a equipe. O jogador anotou 16 pontos antes do intervalo. Do lado do Thunder, Kevin Durant fez 15.

Com sete pontos seguidos de DeJuan Blair, o Spurs levou dois minutos para empatar a partida no segundo tempo. No entanto o jogador cometeu sua quarta falta e teve que ser poupado. A equipe apostou em uma defesa mais firme. Assim permitiu apenas 14 pontos aos donos da casa. Durant anotou apenas quatro na parcial.

Logo no começo do quarto decisivo Matt Bonner converteu o quinto arremesso de três pontos em cinco tentativas e colocou a vantagem do Spurs em seis. Com outros dois acertos, o jogador ajudou a aumentar a diferença para 15.

Com ótima atuação de Ginobili e Parker, o Spurs conseguiu manter a boa vantagem nos minutos finais para garantir a vitória.  

Leia tudo sobre: basquete - nba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG