Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Sob a batuta de Huertas, Brasil vence a segunda em Mar del Plata

Seleção teve de novo uma atuação longe do ideal, mas o armador se destacou, com 17 pontos no jogo

Gazeta |

Assim como na estreia ante a Venezuela, a seleção brasileira masculina de basquete encontrou dificuldades para vencer o Canadá. A partida desta quarta-feira, válida pela segunda rodada da primeira fase do Pré-Olímpico de Mar del Plata, terminou em 69 a 57.

Apesar da atuação longe do ideal, o segundo triunfo foi importante para a classificação. O Brasil somou quatro pontos, mesma soma da República Dominicana, exatamente a principal rival do Grupo A e próximo desafio da seleção brasileira.

O duelo será na quinta-feira e um resultado positivo será interessante para encaminhar a liderança brasileira, evitando assim um encontro com os anfitriões argentinos na semifinal.

O cestinha e maior expoente do embate foi o armador tupiniquim Marcelinho Huertas, que anotou 17 tentos.

O jogo
O confronto começou truncado, com os dois times acertando pouco. No final do primeiro quarto, porém, os canadenses calibraram melhor os arremessos e somaram uma gordurinha.

Que durou pouco. Os brasileiros voltaram mais atentos, defensiva e ofensivamente, e viraram o placar com facilidade. Os representantes da América do Norte, assustados com o ímpeto verde-amarelo, passaram a errar bastante. De quebra, os comandados do técnico Rubén Magnano fecharam o primeiro tempo com cinco tentos de diferença (33 a 28).

Na volta do intervalo, o Brasil voltou a ter dificuldades para atacar. Já o Canadá, aproveitando a falta de criatividade do time nacional, encostou no marcador (ficando apenas um ponto atrás) e deixou o último quarto mais decisivo. A terceira parcial foi a pior do Brasil. 

Nos últimos dez minutos, o placar apertado deixou o confronto emocionante. Precisando de algo diferente, entrou em cena pela seleção brasileira o armador Marcelinho Huertas. Eleito o melhor da posição na última edição do Campeonato Espanhol, o novo contratado do Barcelona chamou a responsabilidade e conduziu o Brasil à segunda vitória no torneio.

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG