Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Site diz que Lucas Bebê é preguiçoso e tem atitude de estrela

A maioria dos sites que projetam o draft deste ano, no entanto, destaca virtude do brasileiro e acredita que ele será recrutado

Fábio Sormani, especial para o iG |

O pivô Lucas Nogueira, chamado de Bebê pelos companheiros, tem tudo para ser o próximo brasileiro a entrar na NBA. O carioca aparece na maioria dos sites que fazem a projeção dos jogadores que serão recrutados ao final desta temporada. E em quase todos na primeira rodada.

A maioria destes sites faz análise extensa de todos os jogadores com potencial para serem recrutados. Fala não apenas de idade, peso e altura. Analisa também técnica e taticamente o atleta. E alguns deles fala-se também sobre o comportamento do atleta.

Divulgação
Lucas Bebê em ação com a camisa do Brasil

O NBAdraft é um deles. Segundo o site, que coloca o brasileiro na 20ª posição da primeira rodada e provavelmente no New Orleans Hornets, Lucas Bebê tem problemas de conduta.

“Ele é preguiçoso”, diz o texto, que prossegue: “Fontes próximas ao time (em que ele joga, o Estudiantes da Espanha) dizem que ele é um pouco difícil de se lidar e tem atitude de estrela”.

Mais para frente o texto faz uma advertência: “Nada pode arruinar mais rapidamente uma carreira promissora do que um garoto não disposto a trabalhar. Lucas precisa manter a cabeça no lugar, e continuar trabalhando forte”.

O site, no entanto, destaca as qualidades do jogador nascido no Rio de Janeiro. Ele tem o jeitão de Tyson Chandler, destaca o texto. Diz também que ele é um dos jogadores mais promissores de sua geração. “Com apenas 18 anos, mostra um grande potencial. Corre como um cervo, faz movimentos rápidos, é atlético e tem grande equilíbrio”.

As críticas a Lucas Bebê param por aí. Nos demais, onde ele é mencionado, apenas elogios.

O Hoopshype, por exemplo, coloca o brasileiro de apenas 19 anos e 2,13m como a provável 20ª escolha no NBA Draft do dia 23 de junho próximo. E projeta o Denver Nuggets como seu futuro time.

Diz o Hoopshype que a atuação de Bebê na Copa América do ano passado, em San Antonio, no Texas, quando o Brasil acabou em segundo lugar (perdeu a decisão para os EUA), foi decisiva para que ele despertasse a atenção dos olheiros da NBA.

Destaca sua força defensiva, seu tamanho e sua elasticidade. E afirma que o Brasil passou por uma “seca” nos últimos anos, sendo incapaz de produzir jogadores para a NBA.

O DraftSite projeta Luca Bebê na 26ª posição da primeira rodada. Time? Chicago Bulls. O site, no entanto, não traz análises de nenhum atleta. Coloca apenas os dados básicos do jogador, como idade, peso e altura. Mas diz que ele é do Brasil.

null

O MyNBADraft não dá muito crédito a Bebê. Tanto que o coloca na 36ª posição. Ou seja: recrutamento apenas na segunda rodada, o que não garante contrato para o jogador, pois apenas os da primeira rodada são garantidos. O time a recrutar Bebê seria o New Jersey Nets.

Não destaca nem uma linha sequer para Lucas Bebê. Apenas um vídeo com algumas de suas jogadas.

O Hoopsworld também dá realce ao brasileiro. Mas o coloca também na segunda rodada; ou seja: na 32ª colocação. E o time seria o Miami Heat.

Também faz menção ao desempenho do brasileiro na Copa América de San Antonio. E destaca seu crescimento nesta temporada jogando pelo Estudiantes da Espanha, que disputa a segunda divisão local. E lembra que ele tem médias de “double-double” na temporada, com 11,8 pontos e 10,5 rebotes. “Será importante para ele prosseguir seu aprimoramento técnico para poder competir em um nível superior”, diz o texto.

Como nos anos anteriores, o Brasil entra novamente no NBA Draft com um pivô como representante. Depois do ala-armador Leandrinho Barbosa, recrutado em 2003 pelo San Antonio, todos os outros três jogadores recrutados pela NBA foram jogadores de garrafão: Anderson Varejão (Orlando, hoje no Cleveland), Tiago Splitter (San Antonio) e Paulo Prestes (Minnesota Timberwolves).

Ao que tudo indica, o Brasil terá mais um representante no “front court” de um time de basquete dos EUA.


 

Leia tudo sobre: Lucas BebêNBA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG