Em partida marcada pelo equilíbrio, equipe sérvia leva a melhor sobre selecionado argentino e vai decidir o título com a Lituânia

A Sérvia garantiu classificação à final do Mundial Sub 19 neste sábado. Em um jogo bastante equilibrado, definido apenas no último minuto, levou a melhor sobre a Argentina, conquistou a vitória por 76 a 71 e vai disputar o título contra a Lituânia .

O ala-armador Bojan Bogdanovic, escolhido na 31ª posição do “NBA Draft” deste ano , foi o destaque da vitória sérvia, com 25 pontos e oito rebotes. O pivô Nemanja Besovic somou 15 pontos e sete rebotes. O ala-pivô Marko Gujanicic teve números semelhantes: 14 pontos e seis rebotes.

A principal figura da Argentina foi o pivô Marcos Delia, que somou 19 pontos e dez rebotes. O armador Juan Giaveno teve 13 pontos e cinco rebotes. Já Luciano Massarelli, também armador, apareceu com 12 pontos.

O jogo

As defesas predominaram no início, impondo bastante resistência aos ataques adversários e fazendo com que encontrassem dificuldade para pontuar. Ao longo do primeiro quarto, as duas equipes mantiveram-se bem próximas e não conseguiram abrir mais do que duas posses de bola de vantagem sobre o rival. Dois lances livres convertidos por Bogic Vujosevic nos segundos finais fizeram com que a Sérvia terminasse o período à frente por 16 a 14.

Apesar de não terem conseguido disparar, os sérvios continuaram na liderança na sequência do confronto. Restando quatro minutos para o intervalo, venciam por 26 a 22 após Besovic pegar um rebote ofensivo e fazer a cesta. A Argentina, no entanto, foi dominante no desfecho da primeira metade ao anotar dez dos 12 últimos pontos e foi para os vestiários vencendo por 32 a 28.

Com um tiro de três convertido por Giorgetti logo no início do segundo tempo, a Argentina abriu sete pontos de diferença, sua maior superioridade no jogo. A Sérvia, no entanto, não deixou o oponente disparar, voltou a se aproximar e fez com que a partida voltasse a ter o mesmo ritmo equilibrado da primeira metade.

Os europeus conseguiram passar à frente e chegaram ao último quarto vencendo por 57 a 54. A disputa caminhou para o fim completamente indefinida, com as duas seleções bem próximas no placar e se revezando algumas vezes na liderança.

O jogo entrou no último minuto com dois pontos de superioridade para a Sérvia: 69 a 67. Carlos Paredes desarmou Bogdanovic e recuperou a posse de bola para a Argentina, que tinha a chance do empate. Mas Giorgetti cometeu uma falta de ataque e acabou desperdiçando a oportunidade.

O erro custou caro aos argentinos, que não conseguiram mais se colocar em condição de igualar a partida, pois os sérvios aproveitaram os ataques que tiveram e confirmaram a vitória.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.