Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Série negativa do Cleveland pode acabar nesta quarta-feira

Cavaliers, que não vence há 25 partidas, terá pela frente o Detroit, uma das equipes mais fracas do campeonato

iG São Paulo |

O Cleveland Cavaliers tem uma grande chance na noite desta quarta-feira, diante do Detroit Pistons, de colocar um ponto final na sequência de derrotas que acumula nesta temporada. Ao perder na última segunda-feira para o Mavericks, em Dallas, por 99 a 96, o Cavs chegou à sua 25ª derrota consecutiva e tornou-se a franquia com a maior sequência negativa na história da NBA.

Anderson Varejão, fora da temporada por lesão, estará uma vez mais do lado de fora da quadra, na segunda fileira de assentos, bem atrás do banco de reservas, dando uma força para os companheiros.

O jogo começa às 22h de Brasília e será disputado na Q Arena de Cleveland. No confronto passado em Ohio, contra o Portland, nada menos do que 19.975 torcedores foram ao ginásio. Ao contrário do futebol brasileiro, quando os torcedores abandonam o time em campanhas negativas, em Cleveland os fãs estão compadecidos com a performance ruim do Cavs e vão em todas as partidas na esperança de que a qualquer momento a equipe vença novamente.

A última vez que isso ocorreu foi no dia 18 de dezembro do ano passado. Jogando contra o New York Knicks, em casa, o time precisou de uma prorrogação para vencer por 109 a 102. Varejão, que neste próximo sábado passará por cirurgia no tornozelo, anotou 14 pontos, pegou 17 rebotes e deu quatro tocos.

A chance de vitória é grande porque: 1) joga em casa; 2) o Detroit Pistons é um time mediano (11º lugar na Conferência Leste e 24º no geral).

“Nós entramos para a história, sabemos disso”, afirmou o ala Antawn Jamison. “Era algo que a gente não queria, mas não temos como voltar atrás. Nós temos que nos preocupar é em seguir em frente. E a coisa mais importante é voltar a vencer”.

Quanto aos brasileiros que têm condições de jogo, dois deles estarão frente a frente às 22h no Canadá. Em Toronto, o Raptors de Leandrinho Barbosa enfrenta o San Antonio Spurs de Tiago Splitter.

Barbosa retornou ao time na derrota desta terça-feira diante do Bucks, em Milwaukee (92 a 74) depois de 12 partidas de fora por causa de uma lesão muscular na perna direita. Jogou durante 25 minutos e anotou oito pontos.

Splitter, uma vez mais, foi pouco aproveitado pelo técnico Gregg Popovich na vitória também desta terça-feira diante do Pistons, em Detroit, por 100 a 89. O catarinense jogou apenas 45 segundos, tempo para pegar apenas um rebote.

Se Leandrinho deverá ser (bem) usado pelo técnico Jay Triano, o aproveitamento de Splitter é uma incógnita.

Em tempo: mesmo fora de casa o Spurs é favoritíssimo à vitória. O time do Texas tem a melhor campanha entre todos os participantes deste campeonato, enquanto que o Toronto é o 13º na Conferência Leste e o 26º no geral.

À 1h30 da manhã, o Denver Nuggets vai até a Bay Area de São Francisco para enfrentar o Golden State Warriors. Nenê Hilário, que não enfrentou o Houston Rockets na derrota por 108 a 103, em casa, deve voltar ao quinteto titular. A gripe que o derrubou praticamente já foi embora e o são-carlense sente-se bem melhor.

O Denver tem faz uma temporada regular. Fora de casa venceu nove jogos e perdeu 15. Dos últimos seis jogos, venceu só dois. Aparentemente o jogo não é complicado, pois o Golden State não aparece entre os melhores times da liga (é o 13º no Oeste e o 19º no geral).

Este é o oitavo jogo seguido do Warriors em casa. O retrospecto dos últimos sete é: três vitórias e quatro derrotas.

Os outros jogos da rodada desta quarta-feira são:

Indiana x Charlotte (22h)
New Jersey x New Orleans (22h)
Philadelphia x Orlando (22h)
Washington x Milwaukee (22h)
New York x Clippers (22h30)
Utah x Chicago (0h)
Sacramento x Dallas (1h)

 

Leia tudo sobre: Anderson VarejãoLeandrinho BarbosabasqueteNBA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG