Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Sem LeBron, Miami é atropelado pelo Denver fora de casa

Lesionado no tornozelo, astro desfalcou o Heat. Brasileiro Nenê Hilário fez 17 pontos e pegou nove rebotes pelo Nuggets

Luís Araújo, iG São Paulo |

O Miami Heat não pôde contar com LeBron James nesta quinta-feira. Desfalcado do MVP das duas últimas temporadas, foi facilmente derrotado fora de casa pelo Denver Nuggets por 130 a 102. Os mandantes contaram com boa atuação de Nenê Hilário.

O pivô brasileiro acertou seis dos sete arremessos que arriscou e marcou 17 pontos. Ficou a um passo do “double-double” ao pegar nove rebotes. Mas o grande personagem do Denver em quadra foi o ala-armador reserva J.R. Smith, dono de 28 pontos e sete rebotes. Já o astro Carmelo Anthony apareceu com 21 pontos e cinco rebotes.

Uma entorse no tornozelo durante a derrota frente o Los Angeles Clippers na quarta-feira impossibilitou que LeBron jogasse pelo Miami. Seu substituto no quinteto inicial foi James Jones, que teve atuação discreta: marcou apenas seis pontos em menos de 15 minutos em quadra.

O destaque do time foi o ala-pivô Chris Bosh, com 24 pontos e seis rebotes. O ala-armador Dwyane Wade anotou 16 pontos, apanhou quatro rebotes e deu quatro assistências. Os reservas Eddie House e Mario Chalmers, ambos armadores, fizeram 15 e 14 pontos, respectivamente.

Reuters
Nenê leva falta de Zydrunas Ilgauskas, do Miami, durante partida da NBA
O Nuggets dominou quase todos os fundamentos na partida. Foi melhor que o seu oponente no aproveitamento nos arremessos (53,3% contra 46,1%), nos rebotes (50 a 41), nas assistências (31 a 23) e nas roubadas (8 a 3).

O começo de jogo foi equilibrado. Todas as sete mudanças na liderança do confronto aconteceram no primeiro quarto, que terminou com vitória do Denver por 26 a 23. Mas a equipe não demorou para disparar no marcador: anotou 34 pontos no período seguinte contra somente 20 do Heat e foi para o intervalo ganhando por 60 a 43.

Pouca coisa mudou na partida no retorno dos vestiários. A defesa do Miami, que costuma impor muita dificuldade aos seus adversários, mostrava-se bastante enfraquecida nesta noite e não conseguia deter as investidas ofensivas do Nuggets. A diferença chegou a atingir os 32 pontos (96 a 64) após uma enterrada de Anthony com pouco menos de dois minutos restantes no terceiro período.

O Denver manteve a sua superioridade na casa das três dezenas durante os 12 últimos minutos da disputa. Com total controle sobre o seu adversário, confirmou a vitória no final sem a menor dificuldade.

Leia tudo sobre: miami heatdenver nuggetsnenê hilárionba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG