Tamanho do texto

Dono da melhor campanha da Conferência Oeste foi derrotado pelo Grizzlies mesmo jogando em casa na abertura dos playoffs

O San Antonio Spurs foi surpreendido. No jogo de abertura dos playoffs, o time de melhor campanha da Conferência Oeste foi derrotado em casa pelo Memphis Grizzlies por 101 a 98 na tarde deste domingo. O brasileiro Tiago Splitter não participou do duelo assim como o argentino Manu Ginobili.

Sem poder contar com o argentino Ginobili que com dores no cotovelo ficou de fora da partida, o San Antonio oscilou e acabou derrotado na estreia dos playoffs. Outro que apenas assistiu o jogo do banco de reservas foi o pivô Splitter. No entanto, o brasileiro do Spurs não entrou por opção do treinador Gregg Popovich.

Marc Gasol tenta a cesta para o Memphis
AP
Marc Gasol tenta a cesta para o Memphis

Especialista nos tiros longos, o argentino fez falta no momento decisivo. O San Antonio chegou ao minuto final em vantagem, mas permitiu a virada ao Memphis. No último lance do duelo, o Spurs precisou de um arremesso de três pontos para levar o jogo para a prorrogação, mas o ala Richard Jefferson errou.

A chave para a vitória do Memphis foi a grande atuação do pivô Zach Randolph. O jogador fez 25 pontos, nove deles no começo do período final quando o Grizzlies conseguiu a virada. O atleta ainda conseguiu 14 rebotes para completar um "double-double".

Pelo lado do Spurs, o principal destaque foi Tim Duncan. O pivô anotou 16 pontos e pegou 13 rebotes. O principal cestinha do San Antonio foi o armador Tony Parker com 20.

Com o resultado, o Memphis reverte o mando de quadra do Spurs. O próximo duelo ainda acontece em San Antonio, mas agora basta ao Grizzlies vencer os três jogos que fará em casa para avançar.

O jogo
Sem poder contar com Ginobili, Spurs e Grizzlies fizeram um começo de jogo bastante equilibrado. Nenhuma das equipes conseguiu abrir larga vantagem no primeiro quarto. Após quatro trocas de liderança, o time de Memphis comandou o marcador na metade final do período e com de três pontos de O.J. Mayo colocaram 27 a 22 no placar ao final dos 12 minutos iniciais.

Com apenas um ponto sofrido nos primeiros três minutos, o San Antonio conseguiu empatar o duelo. Após dois lances livres convertidos por Matt Bonner, os donos da casa conseguiram a virada. No entanto, o Spurs não aproveitou o bom momento e viu o Memphis retomar o controle do jogo e colocar seis de vantagem.

Experiente pivô Tim Duncan lamenta erro do ataque do San Antonio Spurs
Getty Images
Experiente pivô Tim Duncan lamenta erro do ataque do San Antonio Spurs

Novamente com a defesa agressiva, o San Antonio permitiu apenas dois pontos ao Memphis nos dois minutos finais do primeiro tempo. Sem a entrada do brasileiro Tiago Splitter, o Spurs conseguiu novamente reduzir a desvantagem e foi para o intervalo perdendo por dois: 45 a 43.

O intervalo fez bem ao San Antonio. Melhor ofensivamente, o Spurs conseguiu a virada logo no começo do segundo tempo. Foram 11 pontos em três minutos. Os donos da casa ainda aproveitaram o elevado número de faltas do Memphis para abrir oito pontos de vantagem. No entanto, com duas cestas de Mayo na reta final do quarto, o Grizzlies reduziu para apenas quatro: 74 a 70.

O bom desempenho ofensivo do San Antonio no terceiro quarto não se repetiu no começo do período final. Com apenas seis pontos nos primeiros cinco minutos, o Spurs permitiu nova virada ao Memphis. Com nove pontos neste período, Zach Randolph comandou o Grizzlies.

O jogo então ficou equilibrado, mas sempre com o Grizzlies em vantagem. Aos poucos, o time de Memphis foi se aproveitando dos erros no ataque do San Antonio para ampliar o marcador. Com quatro minutos para o final do duelo, os visitantes abriram sete e o treinador Gregg Popovich pediu tempo para o Spurs.

A parada deu resultado e o San Antonio chegou aos dois minutos finais com apenas um ponto de desvantagem. Em seguida foi a vez de Matt Bonner aparecer. Com um tiro de três pontos, o jogador colocou o Spurs em vantagem e obrigou o Memphis a pedir tempo.

Com uma cesta de três pontos de Shane Battier, o Memphis recuperou a liderança. Após dois lances livres convertidos por Tony Allen, os visitantes abriram três de vantagem. O San Antonio ainda teve a última bola e dez segundos para tentar levar o jogo para a prorrogação, mas Richard Jefferson falhou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.