Em partida única disputada em São José, time do ABC conquistou a primeira edição do novo campeonato nacional feminino

O Santo André é campeão da primeira edição da Liga de Basquete Feminino. Em partida única, disputada na Associação Esportiva São José, na cidade de São José dos Campos, o time do ABC paulista levou a melhor sobre Ourinhos e venceu por 65 a 49 na manhã deste domingo para ficar com o troféu.

Para vencer a decisão neste domingo, o Santo André contou com ótimo desempenho defensivo. Jogando de maneira agressiva, conseguiu forçar 26 erros do ataque de Ourinhos.

A pivô Simone de Lima foi o grande destaque da partida. A jogadora de Santo André fechou a decisão com um "double-double": foram dez pontos e 17 rebotes. No entanto, a cestinha do duelo foi a ala-armadora Micaela Martins com 15 pontos. Pelo lado de Ourinhos, a ala-pivô Djane Santos foi a melhor anotadora, com os mesmos 15 pontos.

A vitória coroa a ótima campanha do Santo André. A equipe foi a segunda melhor da primeira fase com 12 vitórias e duas derrotas apenas. O time do ABC venceu todos os sete jogos no segundo turno. Classificado direto na fase semifinal, o Santo André sofreu, mas venceu Catanduva por 3 a 2 antes de encarar Ourinhos na decisão.

A conquista quebra um jejum da treinadora Laís Elena. A comandante mais antiga do basquete nacional volta a ser campeã brasileira com o Santo André pela primeira vez desde 1999.

O jogo

Santo André começou a decisão de forma arrasadora. O time do ABC paulista forçou muito a defesa e permitiu apenas dez pontos ao Ourinhos no primeiro quarto. O bom desempenho da equipe treinada por Laís Elena persistiu no começo do segundo quarto e vantagem chegou a 12 pontos (26 a 14).

No entanto, o domínio do Santo André desapareceu no final do primeiro tempo. Usando pouco o banco de reservas, a equipe cansou e permitiu a reação do Ourinhos. O time do interior paulista não sofreu pontos nos cinco minutos finais e virou o placar. Comandado pelos oito pontos da armadora Bethânia, foi pra o intervalo em vantagem: 27 a 26.

Ao contrário do que aconteceu no primeiro tempo, quando as equipes tiveram momentos distintos, a segunda etapa começou bastante equilibrada. Foram cinco trocas de liderança até o Santo André conseguir abrir cinco pontos de vantagem, obrigando o treinador Antonio Carlos Barbosa a pedir tempo para Ourinhos.

A parada não deu resultado e após dois erros de ataque de Ourinhos, o time de Santo André recolocou a vantagem na casa de dois dígitos (44 a 31). O terceiro quarto terminou com a equipe do ABC paulista com 46 a 34 no placar.

O equilíbrio no começo do período final manteve o Santo André com conforto no controle do placar. Cansado, o time de Ourinhos não conseguiu reagir e entrou nos três minutos finais do jogo em desvantagem de 17 pontos. O time do ABC aproveitou muito bem as posses de bola para gastar o tempo e conquistar o campeonato.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.