Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

San Antonio vira sobre o Toronto e chega à sétima vitória seguida

Tiago Splitter jogou somente um minuto e não pontuou no triunfo do Spurs. Em Houston, New York perdeu mais uma e segue em má fase

iG São Paulo |

O San Antonio Spurs enfrentou o Toronto Raptors nesta quarta-feira e confirmou o seu favoritismo. Depois de ter ido para os vestiários em desvantagem, a equipe texana dominou a segunda metade e conquistou a vitória por 104 a 95. O brasileiro Tiago Splitter ficou em quadra por apenas um minuto e não pontuou.

O resultado dá ao San Antonio sua sétima vitória consecutiva. Com 36 triunfos e somente seis derrotas, é o time de melhor campanha da temporada. Já o Toronto, que novamente não contou com o lesionado Leandrinho Barbosa, sofreu o quinto revés seguido.

Manu Ginobili e DeJuan Blair comandaram o Spurs. O ala-armador argentino fez 23 pontos e deu sete assistências – apesar de ter errado nove dos 13 arremessos que tentou. Já o jovem pivô somou 22 pontos e 11 rebotes.

O cestinha da noite, no entanto, deixou a quadra derrotado: foi o ala-armador DeMar DeRozan, que anotou 28 pontos e ainda roubou quatro bolas. O armador espanhol Jose Calderon apareceu com 14 pontos e oito assistências e também teve bom desempenho pelo Toronto.

AP
DeJuan Blair parte em direção à cesta. Pivô se destacou na vitória do Spurs

O Spurs jogou muito bem próximo à cesta: foram 58 pontos anotados dentro do garrafão, contra 48 dos canadenses. Além disso, dominou nos rebotes: pegou 49 durante a disputa, ao passo que o rival apanhou somente 38.

Mas quem tomou conta da partida no início foram os visitantes. Dois lances livres certeiros de Jerryd Bayless na reta final do primeiro quarto deram a liderança no marcador ao Toronto (23 a 22). Sem encontrar muita resistência por parte da defesa do San Antonio, estendeu a vantagem para dois dígitos e foi para os vestiários ganhando por 53 a 42.

O intervalo parece ter feito bem ao Spurs, que voltou mais ligado para a segunda metade, sobretudo na tábua defensiva, limitando o Raptors a apenas 16 pontos no terceiro período.

Os mandantes passaram à frente e chegaram a abrir 14 pontos em determinado momento do último quarto. A equipe do Canadá ainda voltou a ameaçar: com dois minutos e meio para o fim, uma bandeja de Bayless baixou a desvantagem para seis pontos (97 a 91). Mas a bola de três de George Hill logo no ataque seguinte deu um banho de água fria na reação do Toronto.

New York perde mais uma

A fase do New York Knicks não é nada boa. A equipe sofreu nesta quarta-feira a sua quarta derrota consecutiva ao perder fora de casa para o Houston Rockets por 104 a 89.

Com 25 pontos e cinco rebotes, o ala-pivô Amar’e Stoudemire foi o destaque do New York. Quem também apareceu bem pelos visitantes foi o armador reserva Toney Douglas, com 13 pontos e sete rebotes em apenas 18 minutos de ação.

O principal responsável pelo quarto triunfo seguido do Houston foi o ala-armador Kevin Martin, dono de 21 pontos, quatro rebotes e quatro assistências. O ala-pivô Luis Scola, por sua vez, ajudou com 13 pontos e oito rebotes.

Leia tudo sobre: san antonio spurstoronto raptorsnba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG