Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

San Antonio vence Phoenix e encerra jejum

Jogando em casa, time do pivô brasileiro Tiago Splitter voltou a vencer após série de seis derrotas

iG São Paulo |

O San Antonio Spurs colocou um ponto final na série negativa que atravessava na temporada. Após seis derrotas seguidas, o time do pivô brasileiro Tiago Splitter voltou a vencer. A vítima foi o Phoenix Suns que acabou superado por 114 a 97 na tarde deste domingo.

Splitter não teve uma participação muito efetiva no triunfo. Foram 17 minutos em quadra. O brasileiro marcou apenas três pontos e converteu somente um dos dois arremessos que fez. O pivô ainda colaborou com três rebotes.

O grande destaque da partida foi o armador reserva George Hill. Vindo do banco, o jogador colaborou com 29 pontos, 24 deles marcados ainda no primeiro tempo. Outro reserva com bom desempenho foi Matt Bonner. O ala-pivô fechou a partida com um "double-double" ao marcar 16 pontos e pegar 11 rebotes.

Com o triunfo deste domingo, o Spurs conseguiu quebrar uma série de seis derrotas seguidas. A última vez que o San Antonio havia conquistado uma vitória foi no dia 21 de março quando bateu o Golden State Warriors. Agora, a equipe de Splitter soma 58 resultados positivos em 77 jogos e segue com a melhor campanha da temporada.

Já o Suns amargou a 39ª derrota no campeonato. O time do Arizona aparece na décima colocação da Conferência Oeste. Com seis jogos ainda por fazer na temporada, a equipe do Arizona precisa vencer todos para ainda sonhar com a vaga nos playoffs.

O jogo começou muito equilibrado. Foram 11 trocas de liderança nos seis minutos iniciais de partida. No entanto, o San Antonio melhorou consideravelmente na defesa na metade final do primeiro quarto. O Spurs permitiu apenas quatro pontos so Phoenixs nos últimos cinco minutos do período e abriu boa vantagem de 15 pontos: 35 a 20.

AP
Tiago Splitter na marcação de Robin Lopez
Com 23 a 12 nos rebotes, o San Antonio manteve o amplo domínio no segundo quarto. Tal fato aliado ao bom desempenho ofensivo (56% de acerto nos ataques) fez o Spurs ir para o intervalo com 24 pontos de vantagem (70 a 46), justamente a pontuação de George Hill, cestinha do primeiro tempo.

O Spurs não voltou bem do intervalo. O aproveitamento ofensivo da equipe caiu para 46,5%. Com isso, o Suns aproveitou para vencer o período por 25 a 21. No entanto, a vantagem do San Antonio seguiu em 20 pontos: 91 a 71.

O San Antonio acabou com qualquer chance de reação do Suns logo no começo do último período. Com 10 a 2 nos três primeiros minutos do último quarto, o Spurs recolocou a vantagem em 28 pontos.

Com a vitória praticamente assegurada, o treinador Gregg Popovich aproveitou para colocar os reservas em quadra, entre eles o brasileiro Tiago Splitter. No entanto, o pivô não conseguiu marcar pontos na reta final do jogo.

Leia tudo sobre: san antonio spursnbaphoenix suns

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG