Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

San Antonio domina desde o início e massacra Miami dentro de casa

Oito atletas do Spurs atingem os dois dígitos de pontuação. Brasileiro Tiago Splitter atua por quase 13 minutos e faz cinco pontos

iG São Paulo |

O San Antonio Spurs atropelou o Miami Heat nesta sexta-feira. Atuando dentro de casa, o time de melhor campanha da temporada venceu por 125 a 95 e impôs a terceira derrota consecutiva ao time da Flórida.

Tiago Splitter entrou em quadra na reta final do confronto e esteve em ação pelo San Antonio por exatos 12:45 minutos. O pivô brasileiro anotou cinco pontos e pegou três rebotes. Foi acompanhado de perto pelo técnico da seleção, Rubén Magnano, que estava presente no ginásio.

O Spurs teve pontuação bem distribuída entre seus jogadores, tanto que oito deles atingiram os dois dígitos de pontuação. O ala-armador argentino Manu Ginobili anotou 20 pontos e deu sete assistências. O ala-pivô reserva Matt Bonner acertou seis bolas de três pontos e anotou 18 pontos. Já o titular da posição, o veterano Tim Duncan, teve um “double-double”: 11 pontos e 14 rebotes.

A surpresa ficou por conta da escalação de Tony Parker. Com uma lesão na panturrilha esquerda, o armador francês estava previsto para desfalcar o Spurs por pelo menos duas semanas. Mas participou normalmente da partida e acumulou 15 pontos e oito assistências.

Pelos lados do Miami, destaque para o ala LeBron James, cestinha da noite com 26 pontos. O MVP das duas últimas temporadas ainda pegou oito rebotes e deu sete assistências. O ala-armador Dwyane Wade fez 19 pontos, enquanto o ala-pivô Chris Bosh somou 17 pontos e 14 rebotes.

Getty Images
Manu Ginobili, ala-armador do Spurs, parte para a cesta sob o olhar de LeBron James

A equipe da casa deu um show no começo do jogo nos dois lados da quadra e venceu o primeiro quarto por 36 a 12. No ataque, foram oito bolas de longa distância convertidas. Já a defesa limitou o oponente a um aproveitamento de apenas 22% nos arremessos e sofreu somente um ponto durante os seis últimos minutos do período.

O Heat melhorou sensivelmente no segundo quarto e reduziu a desvantagem pela metade. As jogadas de ataque centralizaram-se em cima de LeBron James, que passava por um bom momento na partida. No intervalo, eram apenas 12 pontos de distância para o rival (62 a 50).

Mas a reação dos visitantes parou por aí. A conversa nos vestiários de Gregg Popovich com seus comandados fez com que a equipe texana voltasse para a segunda metade com a mesma postura apresentada no início do confronto. Sem conseguir encontrar maneiras de paralisar o ímpeto do Spurs, o Miami apenas observava a diferença no marcador ficar cada vez mais dilatada.

A facilidade era tamanha que Popovich pôde se dar ao luxo de preservar os seus titulares por todo o último quarto. Melhor para o brasileiro Tiago Splitter, que teve a oportunidade de atuar por alguns minutos diante dos olhares do treinador da seleção brasileira.

Leia tudo sobre: san antonio spursnbamiami heat

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG