Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

San Antonio cai diante do Boston e perde pela segunda vez seguida

Ray Allen e Rajon Rondo tiveram apresentação brilhante e levaram o Celtics à vitória sobre o Spurs, time de melhor campanha da NBA

iG São Paulo |

O San Antonio Spurs mediu forças com o Boston Celtics fora de casa e foi superado por 105 a 103, num jogo bastante equilibrado. A derrota desta quarta-feira é a segunda consecutiva do time texano, que já havia perdido para o New York Knicks na noite anterior. O pivô brasileiro Tiago Splitter não participou da partida.

Ray Allen foi a grande arma ofensiva do Boston no jogo. Conhecido pela precisão nos arremessos, o veterano ala-armador acertou 13 dos 16 tiros que tentou. A pontaria quase perfeita fez do jogador o cestinha da partida com 31 pontos, além de ter dado seis assistências.

Outro grande responsável pelo resultado foi Rajon Rondo. O armador fez 12 pontos, pegou dez rebotes e distribuiu impressionantes 22 assistências. Além do “triple-double”, roubou ainda seis bolas dos adversários. Já o ala Paul Pierce colaborou com 18 pontos e sete rebotes.

Do lado do San Antonio, quem mais se destacou foi o ala-armador Manu Ginobili. O argentino marcou 24 pontos, capturou oito rebotes e teve cinco roubadas. O ala-pivô Tim Duncan e o armador Tony Parker apareceram com 18 pontos cada.

Um dado estatístico que chamou a atenção ao final da partida foi a precisão dos jogadores do Boston nos arremessos. A equipe teve um aproveitamento incrível de 61,3%.

O jogo já indicava que seria bastante disputado desde os minutos iniciais. As duas equipes se revezavam algumas vezes na liderança do marcador, mas não conseguiam abrir distância folgada. Uma bandeja de Parker na reta final do segundo quarto fez com que o Spurs fosse para o intervalo dois pontos à frente (51 a 49). Allen ainda tentou um tiro de três no estouro do cronômetro, mas foi bloqueado por Duncan.

No minuto final do terceiro quarto, o Celtics chegou a ter sete pontos de vantagem (77 a 70) depois de uma enterrada de Pierce. O Spurs manteve-se na cola do rival e chegou a passar à frente durante o último período, mas os mandantes rapidamente retomaram a ponta do marcador.

Uma bandeja de Allen deu ao time local nove pontos de superioridade (105 a 96). Muita gente imaginava que a partida estava decidida, mas o San Antonio anulou o ataque do oponente e voltou a se aproximar com perigo nos segundos seguintes, graças às cestas de Ginobili e Parker.

O Boston ainda tinha dois pontos a mais (105 a 103) quando Allen sofreu uma falta, a oito segundos do encerramento do jogo. Era a chance de definir o resultado, pois o jogador é um dos melhores da história da liga nos lances livres. Mas, de forma surpreendente, ele errou seus dois arremessos.

Um tempo foi pedido pelo Spurs, na tentativa de elaborar uma jogada no fim que desse a virada ao time. Quem tinha a bola nas mãos era Ginobili, mas o argentino não teve sucesso no arremesso que arriscou e os texanos sofreram o seu sexto revés na temporada.

Leia tudo sobre: Boston CelticsSan Antonio SpursNBA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG