Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

San Antonio bate o Minnesota com atuação apagada de Splitter

Brasileiro esteve em quadra por apenas oito minutos na vitória do Spurs, que conquistou a virada no último quarto

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854570099&_c_=MiGComponente_C

  • Boston leva a melhor sobre o Chicago e vence a sexta seguida
  • Orlando supera desfalques e vence o Detroit fora de casa
  • Toronto vence em casa com ótima atuação de Leandrinho Barbosa
  • Dwight Howard e Deron Williams são os melhores jogadores do mês
  • Confira as dez escolhas do Draft mais fracassadas da década
  • Jogo entre Cleveland e Miami é assistido por mais de sete milhões de pessoas nos EUA
  • Fábio Sormani: Acesse o blog e leia sobre o início da temporada
  • Twitter do iG Esporte: Principais notícias, fatos inusitados, vídeos e opinião
  • O San Antonio Spurs atuou diante da sua torcida nesta sexta-feira e venceu o Minnesota Timberwolves por 107 a 101. O pivô brasileiro Tiago Splitter teve pouca participação no jogo: em apenas oito minutos, pegou dois rebotes, deu duas assistências e não pontuou.

    O ala-pivô Tim Duncan somou 22 pontos, dez rebotes, cinco assistências e quatro tocos. Comandou o triunfo do San Antonio ao lado dos armadores Tony Parker e George Hill, que anotaram 20 pontos cada. Já o ala Richard Jefferson apareceu com 15 pontos e dez rebotes.

    AP
    Darko Milicic tenta passar pela defesa implacável de Tim Duncan

    Nem mesmo a ótima apresentação da dupla Michael Beasley e Kevin Love foi capaz de impedir o revés do Minnesota. O primeiro foi o cestinha do jogo com 28 pontos e ainda apanhou seis rebotes. Já o segundo alcançou mais um expressivo double-double: 25 pontos e 18 rebotes.

    Love teve um impacto muito grande na ampla superioridade dos visitantes nos rebotes. O time pegou 59 no total ¿ 22 a mais do que o adversário, que apanhou 37. Por outro lado, o Spurs foi melhor nos arremessos (45,3% de acerto, contra 41,5%) e forçou o oponente a um maior número de desperdícios de posse de bola (17 a 12).

    As equipes fizeram uma partida bastante parelha ao longo dos dois primeiros quartos. Ao anotar todos os seis últimos pontos da primeira metade, o Minnesota adquiriu a superioridade no marcador no intervalo: 54 a 53.

    Os visitantes pareciam ter voltado dos vestiários mais dispostos no jogo. Liderados pelo bom momento de Corey Brewer, encerraram o terceiro período com uma corrida de 11 pontos consecutivos e abriram 86 a 71 de frente. Mas o San Antonio deu o troco: fez 36 pontos a 15 no último quarto e conquistou a virada nos minutos finais.

    Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG