Em jogo bastante equilibrado, russos derrotam seleção sul-americana e ficam com inédita medalha

A Rússia garantiu a medalha de bronze no Mundial Sub 19 disputado na Letônia. Os russos levaram a melhor por 77 a 72 contra os argentinos na tarde deste domingo e fechou a disputa da competição com o terceiro lugar.

Vladislav Trushkin faz arremesso
Getty Images
Vladislav Trushkin faz arremesso
Foi a primeira vez na história que a Rússia conseguiu uma medalha na competição. Para atingir o feito inédito, os russos contaram com grande atuação de Dmitry Kulagin. O jogador marcou 24 pontos e ficou perto de um "double-double" ao pegar oito rebotes.

Pelo lado da Argentina, o melhor foi Franco Giorgetti com 18 pontos. No entanto, a boa atuação do jogador não foi o suficiente para dar aos argentinos a terceira medalha de bronze na história do torneio.

O jogo

Argentina e Rússia fizeram um começo de jogo bastante equilibrado. Os russos dominaram as primeiras ações, mas não aproveitaram o bom momento para abrir larga vantagem. Os argentinos conseguiram a virada através de uma cesta de três pontos de Luciano Massarelli, mas o primeiro quarto acabou empatado em 19.

Apesar do bom desempenho de Dmitry Kulagin para a Rússia, a Argentina conseguiu dominar o segundo quarto. Bem postada na defesa, a equipe sul-americana assumiu o controle da partida apesar os elevado número de erros no ataque. Com isso, os argentinos foram para o intervalo com 40 a 35 no marcador.

A parada para o intervalo fez bem à Argentina. A equipe voltou com bom desempenho ofensivo e colocou a diferença entre as equipes pela primeira vez em dois dígitos. Contudo, os russos se recuperaram na reta final do terceiro quarto e reduziu a desvantagem para apenas três.

A reação russa persistiu no começo do quarto decisivo. Com uma cesta de três pontos de Sergey Kasarev, a equipe conseguiu o empate. Com um arremesso certeiro de Viktor Zaryazhko, a Rússia assumiu o controle do placar e obrigou o treinador Enrique Elias Tolcachier a pedir tempo.

Com os ataques se alternando, a Rússia entrou no minuto final com dois pontos de vantagem. Vladislav Trushkin aumentou para três e deixou a Argentina precisando de um tiro longo para empatar o jogo. No entanto, Juan Giaveno falhou e os argentinos acabaram derrotados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.