Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Rose brilha novamente e Chicago bate Orlando

Mesmo fora de casa, jovem armador comandou outro triunfo da equipe que segue brigando pelo primeiro lugar geral

iG São Paulo |

O Chicago Bulls conseguiu mais uma vitória na temporada. Mesmo jogando fora de casa, o melhor time da Conferência Leste mostrou força e contou com nova atuação inspirada do armador Derrick Rose para bater o Orlando Magic por 102 a 99 na tarde deste domingo.

Rose comandou o Bulls novamente. O favorito ao prêmio de MVP (melhor jogador da temporada) anotou 39 pontos e deu cinco assistências para garantir o 60º resultado positivo do Chicago na temporada.

AP
Marcado, Derrick Rose tenta a cesta
Com o resultado, o líder da Conferência Oeste conquistou a sétima vitória seguida na temporada. A série mantém o Bulls na briga pelo primeiro lugar geral. O time de Chicago agora torce por tropeços do San Antonio Spurs para encerrar a temporada com a melhor campanha.

O Chicago chegou a ter a vitória deste domingo ameaçada. Isso por que Jameer Nelson fez no estouro do relógio uma cesta de três que levaria o jogo para a prorrogação. A jogada teve que ser revista pela arbitragem que confirmou a saída da bola da mão do jogador do Orlando após o final do tempo permitido.

A derrota foi a 30º do Orlando no campeonato. Com 50 triunfos, a equipe já está garantida na quarta colocação do Leste. Agora, o time da Flórida apenas aguarda o final da temporada para iniciar a disputa dos playoffs.

O Orlando não pôde contar com o pivô Dwight Howard. O jogador estava suspenso por conta de sua 18ª falta técnica na temporada regular. Sem o principal atleta, Ryan Anderson comandou o Magic com 28 pontos e dez rebotes.

O jogo

Derrick Rose começou o jogo com a mão calibrada. O jovem armador do Bulls anotou 15 pontos no primeiro quarto e comandou o domínio do Bulls nos 12 minutos iniciais. O bom desempenho do jogador alavancou a produção ofensiva dos visitantes para 70% de acerto nos arremessos e deu a vitória por 32 a 24 no período inicial.

No segundo quarto o Orlando conseguiu controlar o impacto de Rose e a produção ofensiva do Chicago. O armador marcou apenas dois pontos e o aproveitamento do ataque caiu para 62%. Com isso, o time da Flórida aproveitou para vencer o período. No entanto, os visitantes conseguiram se segurar no controle do marcador ao final do primeiro tempo: 50 a 49.

O Orlando chegou a virar o placar no começo do terceiro quarto. No entanto, Rose apareceu novamente. Com 11 pontos no período, o jogador ajudou o Chicago a recuperar o controle do marcador ainda no terceiro quarto.

O quarto final começou com o Chicago em vantagem de três pontos (80 a 77). Com um tiro longo de Jason Richardson, o Orlando empatou o duelo. O jogo então ficou equilibrado e com as equipes alternando os ataques. Com isso, o Bulls manteve-se à frente no placar, mas sempre com apenas dois pontos separando-o do Magic.

Apenas quando faltavam três minutos para o final é que o time da Flórida conseguiu assumir a liderança. No entanto, o Chicago recuperou o controle do placar através de quatro pontos seguidos anotados por Rose.

Após duas trocas de liderança e erros de ataques dos dois lados, o Chicago chegou aos dez segundos finais com dois pontos de vantagem. Após um rebote ofensivo do Bulls, o Orlando foi obrigado a fazer falta. Na linha do lance livre, Rose ampliou para quatro a diferença entre as equipes.

Richardson ainda conseguiu outra bola de três pontos para reduzir a desvantagem para apenas um. Boozer na linha do lance livre aumentou para três. O Orlando foi para a última bola com dois segundos e uma tentativa de três para empatar. Jameer Nelson foi o encarregado. O armador fintou Rose e arremessou. O tiro foi certeiro, mas a bola saiu das mãos do jogador do Magic já com o cronometro zerado.
 

Leia tudo sobre: Derrick RoseChicago BullsOrlando Magic

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG