Tamanho do texto

Um dos principais integrantes do 2º tri do Bulls, ex-jogador torcerá por nova vitória da equipe na final da Conferência Leste

O Chicago Bulls encara dentro de casa o Miami Heat nesta quarta-feira pela segunda partida da final da Conferência Leste. Dennis Rodman, um dos maiores ídolos da história da franquia, estará no ginásio torcendo para que a equipe conquiste uma nova vitória e estenda a liderança na série.

Rodman fez parte do segundo tricampeonato do Bulls, conquistado entre os anos de 1996 e 1998. Steve Kerr, que era armador reserva daquele time, também comparecerá ao United Center. Ele trabalha atualmente como comentarista da NBA nos EUA e disse que espera ver o ex-companheiro bastante emocionado no reencontro com a torcida.

“Será demais, ele vai adorar”, afirmou Kerr. “Isso significa muito para ele. Ele voltar a aparecer diante dessa torcida, que obviamente está muito animada, será emocionante. Não ficaria surpreso se ele deixasse escapar algumas lágrimas esta noite”.

Além das três conquistas com o Bulls, Rodman foi campeão com o Detroit Pistons em 1989 e 1990. Ao longo da carreira, foi duas vezes eleito o melhor defensor da liga (1990 e 1991) e teve a maior média em rebotes por jogo durante sete campeonatos consecutivos (de 1992 a 1998). Feitos que o colocaram na lista de jogadores que integrará o Hall da Fama do basquete a partir deste ano .

O Bulls não é a única equipe com a qual Rodman possui identificação. O ex-jogador teve a camisa 10 aposentada pelo Pistons em abril , em uma cerimônia realizada no intervalo de uma partida contra o próprio Bulls.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.