Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Revista norte-americana debate tempo de quadra de Tiago Splitter

SLAM, uma das mais conceituadas revistas dos EUA, discute as razões que fazem o brasileiro ser pouco utilizado no Spurs

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882280743&_c_=MiGComponente_C

Em sua temporada de estreia na NBA, Tiago Splitter tem sido pouco utilizado na rotação do San Antonio Spurs. A "SLAM", revista de basquete mais conceituada dos EUA, entrou na discussão sobre o reduzido tempo de quadra do brasileiro na temporada.

Em sua página na Internet, a revista destaca que o pivô é reconhecidamente uma grande estrela do basquete internacional, e lembra que ele venceu o prêmio de MVP da Liga Espanhola na última temporada. Mas que ainda não teve a chance de provar o seu valor na NBA.

A discussão aponta também que a lesão na panturrilha sofrida ainda no período de treinos do Spurs e que o deixou de fora de toda a pré-temporada custou um tempo precioso do aprendizado de Splitter. E prejudicou a sua adaptação ao basquete norte-americano.

Getty Images
Tiago Splitter tem média de apenas 12 minutos de por jogo nesta temporada

Talvez esse tempo de aprendizado perdido seja a razão da falta de segurança de Gregg Popovich, técnico do time texano. Por isso, Pop, como é chamado o treinador, tem deixado o atleta brasileiro em quadra por pouco tempo.

Posso tentar realizar tantas coisas diferentes durante as partidas e ele não saberá exatamente o que deve fazer, afirmou Popovich. É complicado tanto para ele quanto para nós.

Frustrado por não conseguir ter no time do Texas a mesma importância que teve nas equipes por onde passou até hoje, Splitter declarou recentemente: É um papel completamente diferente pra mim. Não estou acostumado a isso.

Popovich entende o descontentamento do brasileiro. No entanto, admite que um aumento considerável nos minutos de quadra do pivô não é algo que vá acontecer num futuro próximo.

É normal que o Splitter esteja realmente frustrado com esta situação, disse o comandante. Ele está acostumado a jogar muitos minutos e ter uma grande participação na equipe. Mas isso não vai acontecer neste momento, não tenho como deixá-lo em quadra por 30 minutos. Não é justo nem com ele, nem com o grupo.

Splitter foi utilizado em 16 partidas do San Antonio na temporada. Suas médias são de 4,6 pontos e 2,5 rebotes em cerca de apenas 12 minutos em quadra por jogo.

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG