KFC, restaurante dos EUA conhecido por servir frango frito, promete fazer doação se contar com os serviços do craque do Miami Heat

A KFC, rede norte-americana de "fast-food" que serve frango frito, está disposta a fazer uma doação no valor de US$ 250 mil (cerca de R$ 394 mil) a um fundo para escolas a qual mantém no nome de Dwyane Wade. Isso se o ala-armador do Miami Heat aceitar trabalhar como funcionário honorário no “drive-thru” em uma das lojas da franquia.

A medida tomada pela KFC é uma resposta a um comentário feito por Wade no Twitter logo após a NBA decretar locaute. Em tom de ironia, o jogador perguntou em sua conta no miniblog se alguma empresa estava disposta a contratá-lo.

Trabalhar um dia no KFC não seria novidade para Wade. Antes de se tornar jogador profissional de basquete, o camisa 3 do Miami chegou a ser funcionário do restaurante.

John Cywinski, gerente geral do KFC nos EUA, disse que o fato de o craque do Miami ter sido empregado da empresa é motivo de orgulho. Além disso, afirmou ainda que procura contratar pessoas que, assim como o atleta, tenham “capacidade de trabalhar em equipe e de fazer cestas em alta velocidade”.

    Leia tudo sobre: nba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.