Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Problema no joelho esquerdo tira Greg Oden de mais uma temporada

Pivô do Portland Trail Blazer nem sequer pisou em quadra em 2010/11. Ele tem largo histórico de problemas físicos

Bruno Pongas, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860487505&_c_=MiGComponente_C

O pivô Greg Oden, do Portland Trail Blazers, está fora de mais uma temporada. Ele terá que passar por cirurgia no joelho esquerdo para corrigir uma microfratura. Oden nem sequer pisou em quadra na fase regular. Ele se lesionou durante a pré-temporada e, na oportunidade, foi afastado por tempo indeterminado.

Greg Oden tinha tudo para ser um dos grandes pivôs da NBA. Ele é alto, relativamente forte e dominou o circuito universitário antes de ser a primeira escolha do draft de 2007. No entanto, o excesso de problemas físicos vem minando uma carreira que poderia ser excelente.

Getty Images
Aos 22 anos, pivô passou boa parte da carreira engravatado no banco de reservas

Oden perdeu sua temporada de novato inteira por conta de um problema semelhante, só que no joelho direito. De volta às quadras, ele conseguiu participar de 61 jogos em 2008/09, onde obteve médias de 8,9 pontos e 7,0 rebotes em pouco mais de 21 minutos em quadra por noite.

Tudo indicava que o gigante de 2m15 conseguiria finalmente jogar em alto nível, mas no dia 5 de dezembro de 2009, em combate diante do Houston Rockets, Oden saiu de quadra contundido. Ele fraturou a patela esquerda (antiga rótula) e perdeu o restante da temporada no departamento médico.

Lembrança
Os obstáculos enfrentados por Greg Oden para se firmar na NBA remetem a Sam Bowie, recrutado em segundo lugar pelo Portland Trail Blazers no draft de 1984.

Naquele ano, Hakeem Olajuwon foi a primeira escolha, seguido de Bowie e... Michael Jordan. A franquia do Oregon teve a chance de draftar aquele que viria a se tornar o maior jogador de todos os tempos, mas falhou.

Getty Images
Assim como Oden, Bowie passou parte da carreira no departamento médico

O que isso tem a ver? Em 2007, quando Portland selecionou Oden, os dirigentes tinham a chance de escolher nada mais nada menos do que Kevin Durant. O tempo passou e a diretoria do Blazers deve ter se arrependido mais uma vez. Durant foi o cestinha da última temporada e vem sendo o maior pontuador em 2010/11.

Além disso, "KD" foi eleito MVP (melhor jogador) do Mundial da Turquia junto com o selecionado norte-americano e já é considerado o novo grande astro do basquete estadunidense.

Quanto a Sam Bowie, ele disputou dez temporadas na NBA e acumulou médias de 10,9 pontos e 7,5 rebotes em pouco mais de 27 minutos em quadra por jogo.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG