Nas ausências de Nenê Hilário e Anderson Varejão, os dois deverão ser titulares no time de Rubén Magnano no Pré-Olímpico

Guilherme Giovannoni chega à seleção brasileira valorizado com o prêmio de MVP da última edição do NBB . Tiago Splitter, após sua primeira temporada na NBA, quer continuar a ascensão na carreira. E é esta dupla cheia de vontade que o técnico argentino Rubén Magnano pode escalar no garrafão durante o Pré-Olímpico.

Sem Nenê e Varejão, o setor ofensivo brasileiro na competição tem muitas chances de ser composto por Giovannoni e Splitter. O primeiro quer prolongar a boa fase do Brasília para ajudar a seleção nacional.

"Eu quero aproveitar esse momento, essa boa fase na minha carreira e tentar ajudar o máximo a Seleção, jogando bem do jeito que eu consegui esse ano", afirmou Guilherme, que participou do Mundial da Turquia no ano passado.

Já Splitter quer usar o tempo em que ficou no banco no San Antonio Spurs, dos EUA, para compensar vestindo a 'Amarelinha'. "Eu não tive muito desgaste físico durante essa temporada", disse o catarinense. "Esse é o ano que, talvez, eu chegue com mais 'frescura' nas pernas. Sentei bastante no banco e estou com vontade de jogar, acho que isso é o mais importante".

O Pré-Olímpico será realizado entre os dias 30 de agosto e 11 de setembro, em Mar del Plata, na Argentina. A última participação do Brasil em Olimpíadas foi em Atlanta, em 1996.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.