Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Portland consegue virada e empata série com Dallas

Jogando em casa, Blazers bateu o Mavericks novamente após estar em desvantagem de 23 pontos na partida

iG São Paulo |

Getty Images
Gerald Wallace tenta cesta para o Portland
Está tudo igual na série entre Portland Trail Blazers e Dallas Mavericks. Após perder os dois primeiros jogos e conseguir triunfar no primeiro duelo como mandante, o Blazers voltou a vencer o rival texano, desta vez por 84 a 82 na noite deste sábado, e empatou o confronto da Conferência Oeste em 2 a 2.

O Portland mostrou força. Jogando em casa, a equipe foi dominada nos três primeiros períodos. O Blazers chegou a ficar 20 pontos atrás no marcador, mas contou com atuação inspirada de Brandon Roy para conseguir a virada. Após reclamar da sua pequena participação no jogo 2, o reserva apareceu com 18 de seus 24 pontos no último período para comandar a reação.

Pelo lado do Dallas, o alemão Dirk Nowitzki foi o destaque. O ala-pivô fez 20 pontos, mas não evitou o segundo revés seguido do Mavericks.

Agora a série volta para Dallas. Com o empate, o sexto jogo já está garantido e será em Portland. Em caso de necessidade, o sétimo e decisivo confronto será novamente com o Mavericks como mandante.

O jogo

Dallas e Portland fizeram um primeiro quarto bastante equilibrado e com as defesas levando a melhor sobre o ataque. Com as duas equipes abaixo de 30% de aproveitamento nas ações ofensivas, o período inicial teve poucos pontos. Melhor para o Mavericks que fechou os 12 minutos iniciais com 16 a 11 no placar.

A produção ofensiva do Dallas subiu para 42% no começo do segundo quarto. A equipe texana manteve o Portland abaixo de 30% de aproveitamento na metade inicial do período. Com isso, o Mavericks conseguiu abrir dez pontos de vantagem pela primeira vez na partida.

O Portland se recuperou no final do primeiro tempo. A equipe fez 12 pontos e sofreu apenas quatro nos quatro minutos finais. A arrancada fez os donos da casa reduzirem a desvantagem para apenas dois pontos no intervalo: 37 a 35.

Getty Images
Exeperiente armador Jason Kidd tenta armar jogada para o Dallas contra a marcação de Wesley Matthews

O Dallas voltou mais concentrando para o segundo tempo. Fazendo bom trabalho defensivo, o Mavericks voltou a colocar a diferença entre as equipes na casa de dez pontos logo no começo do terceiro quarto. Com apenas cinco pontos em seis minutos, o Portland chegou a ficar 16 pontos atrás.

Apático em quadra, o Portland passou a errar muito no ataque. O aproveitamento da equipe caiu para apenas 25%. Com somente 14 pontos marcados no terceiro quarto, o Blazers foi amplamente dominado, chegou a estar 23 pontos atrás no placar, mas entrou nos 12 minutos finais com 18 de desvantagem: 67 a 49.

O Portland entrou com outro espirito no começo do quarto final. Mais agressivo, especialmente na defesa, o Blazers conseguiu reduzir a desvantagem para apenas 11 pontos logo nos três primeiros minutos do período e obrigou o Dallas a pedir tempo.

A parada não deu resultado. Apesar da melhora do Dallas no ataque, o Portland seguiu reagindo. Comandando pelo reserva Brandon Roy, o Blazers conseguiu empatar o duelo no já no minuto final. Após novo pedido de tempo e um erro de ataque de Jason Terry pelo Dallas, os donos da casa conseguiram a virada.

Faltando 30 segundos para o final, o experiente armador Jason Kidd errou uma tentativa de três pontos para o Dallas. Com pouco tempo no relógio, o Mavericks optou por não fazer falta e deixar o Portland atacar. Após erro dos donos da casa, Terry voltou a errar no ataque e determinou a vitória do Blazers.
 

Leia tudo sobre: NBADallas MavericksPortland Trail Blazers

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG