Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Phoenix precisa de prorrogação, mas bate Indiana

Mesmo jogando fora de casa, Suns levou a melhor e venceu terceira seguida. Channing Frye fez cesta decisiva no estouro do relógio

iG São Paulo |

O Phoenix Suns conseguiu uma importante vitória. Em um duelo bastante equilibrado, o time do Arizona precisou de uma prorrogação, mas conseguiu vencer o Indiana Pacers por 110 a 108 com uma cesta de Channing Frye no último segundo mesmo jogando fora de casa.

Frye teve uma partida discreta, mas apareceu na hora certa. O jogador fez apenas 14 pontos, mas completou um "double-double" ao pegar dez rebotes. O lance que definiu a partida também foi do atleta. No estouro do relógio, ele recebeu passe de Steve Nash, cortou a marcação e fez o tiro que valeu a terceira vitória seguida do Phoenix.

Apesar do brilho de Frye no momento decisivo, o melhor em quadra pelo Phoenix foi Grant Hiil. O experiente jogador foi o cestinha do duelo com 34 pontos. O armador Steve Nash também teve boa colaboração. Foram dez pontos e 12 assistências. Pelo lado do Indiana, Danny Granger foi o cestinha com 25.

Agora, o time do Arizona soma 30 triunfos em 57 partidas na temporada. Com a campanha, o Suns ocupa a décima colocação na Conferência Oeste. Já o Indiana amargou o 32º revés em 58 jogos. O registro mantém o Pacers em oitavo e na zona de classificação para os playoffs.

O jogo

O Phoenix Suns começou bem o jogo. Apoiado no bom desempenho de Grant Hill que fez 20 pontos no primeiro tempo, o time do Arizona dominou a metade inicial do duelo. Bem no ataque, fez 60 pontos nos dois primeiros quartos e foi para o intervalo com vantagem de nove sobre o Indiana.

O terceiro quarto foi equilibrado. Melhor para o Suns que seguiu no controle do placar. Com Hill já somando 29 pontos, o time de Phoenix manteve a diferença entre as equipes na casa de dois dígitos.

A tranquilidade do Phoenix diminuiu no começo do último período. O Indiana melhorou e reduziu a desvantagem para apenas quatro pontos, obrigando o treinador Alvin Gentry a pedir tempo pelo Suns.

O jogo seguiu equilibrado. O Phoenix conseguiu estabelecer uma vantagem entre quatro e seis pontos até os três minutos finais. No entanto, após uma cesta de três pontos de A.J. Price e outra de Jeff Foster, o Indiana virou o placar.

Com uma cesta de três pontos, Hill empatou a partida já no minuto final. No entanto, o ataque do Suns falhou ao estourar o tempo para o ataque na última posse de bola e deixou o Indiana com quatro segundos para uma tentativa. No entanto, Danny Granger não conseguiu converter o tiro de três pontos e o jogo foi para a prorrogação.

O Phoenix começou melhor o tempo-extra. Com acerto em três ataques consecutivos, o time do Arizona abriu sete pontos de vantagem nos três primeiros minutos. No entanto, o Indiana reagiu e entrou no minuto final apeas dois pontos a trás (107 a 105).

O Pacers empatou o jogo após uma cesta de Josh McRoberts. No entanto, a última posse de bola ficou nas mãos do Phoenix. Channing Frye não desperdiçou a chance e fez converteu o arremesso da vitória.
 

Leia tudo sobre: Channing FryeSteve NashPhoenix Suns

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG