Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Phil Jackson perde paciência com os pivôs do Los Angeles Lakers

Veterano treinador ficou irritado com as performances de Andrew Bynum e Pau Gasol no terceiro jogo da série contra o Mavericks

iG São Paulo |

O treinador Phil Jackson, reconhecido por sua calma e postura ponderada, perdeu a paciência. Na terceira derrota seguida do Los Angeles Lakers para o Dallas Mavericks pela série semifinal da Conferência Oeste, o veterano comandante foi irreconhecível e direcionou sua ira para os dois titulares de garrafão: o pivô Andrew Bynum e o ala-pivô Pau Gasol.

O técnico foi visto gritando e fazendo gestos para os dois atletas durante todas as paralisações ocorridas no decorrer do jogo. Suas críticas foram especialmente direcionadas para os lentos movimentos defensivos e execução ofensiva dos comandados.

Com Bynum, a situação chegou ao extremo quando faltavam pouco menos de sete minutos para o término do confronto. O pivô permitiu que o armador Jose Juan Barea fizesse uma bandeja e levou o treinador à loucura. Os dois discutiram aos gritos por causa do lance.

Ao fim da partida, Bynum, que expôs problemas de comunicação dentro do elenco durante a semana, minimizou o incidente. “Eu não sei exatamente o que ele vê”, disse. “Às vezes, vejo as coisas de forma diferente. Mas, sobre ele ter gritado comigo, isso faz parte de ser profissional e lidar com um técnico”.

O jogador saiu de quadra como o principal pontuador (21) e reboteiro (dez) do time.

O problema com Gasol foi ainda mais sério e ríspido. Jackson foi visto socando o peito do ala-pivô repetidamente e criticando suas decisões dentro de quadra.

O ala-pivô pareceu compreender motivo da raiva do comandante no fim do jogo. “Eu não gosto disso, estou chateado por não estar jogando tão bem quanto deveria”, falou. “Não tenho conseguido ser eficiente. Não estou confortável e preciso reagir para fazer minha parte”.

Gasol terminou a partida com 12 pontos e aproveitamento abaixo dos 40% nos arremessos de quadra.

Em mais de 20 anos de carreira como técnico na NBA, Jackson nunca esteve perdendo um confronto de pós-temporada por 3 a 0. Além disso, nunca foi eliminado de uma série de playoffs sem vencer, ao menos, um jogo.
 

Leia tudo sobre: NBAplayoffsLos Angeles LakersPhil JacksonPau Gasol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG