Rivais municipais, Lakers e Clippers se unem para impedir a mudança do Kings para a região de L.A.

Apesar da possibilidade de o Sacramento Kings deixar a capital da Califórnia, Phil Jackson, treinador do Los Angeles Lakers, se mostrou contrário à alteração. A família Maloof, dona da franquia, vem tentando uma mudança para a cidade de Anaheim, na região metropolitana de Los Angeles. O prazo final para o preenchimento do pedido de mudança termina no dia 18 de abril.

AP
"Sacramento: este time é nosso", dizem cartazes de manifestação
“É ridículo colocar outra franquia neste mercado”, afirmou Jackson sobre a região de Los Angeles, que já tem o Lakers e Clippers. “Qual outra região metropolitana tem três franquias? Não faz o menor sentido fazer isso”.

A motivação para uma possível mudança do Kings, que está em Sacramento desde 1985, é a atual arena da franquia, o ginásio Power Balance Pavilion, anteriormente chamado de ARCO Arena. O complexo foi criado em 1988, porém, nunca foi revitalizado.

Os donos da franquia tentam há cerca de cinco anos a construção de uma arena mais moderna. Mas o preço de US$ 600 milhões não entra no orçamento da prefeitura de Sacramento.

Para a aprovação da mudança do Kings - como em qualquer tentativa de mudança de franquia da NBA -, os donos das outras 29 franquias precisam votar a favor. O caso mais recente foi o do Seattle SuperSonics, que em 2008, mesmo com os mais de 30 anos na cidade e um título da NBA, deixou o município do noroeste dos EUA e foi para Oklahoma City, transformando-se no Thunder.

O ginásio do time em Seattle, a KeyArena, se tornou obsoleta e a votação ficou em 28 a 1 em favor da mudança, uma vez que a prefeitura não teve condições de construir uma nova.

Como a ESPN norte-americana noticia, os donos das duas franquias de Los Angeles se uniram em prol da rejeição da mudança do Kings. Para conseguir seu objetivo, os rivais precisam convencer outros 14 donos de franquias a dizer “não” na votação.

Jackson afirma que apesar de a mudança parecer quase certa ainda há muito o que acontecer. "Eles (os irmãos Joe e Gavin Maloof) estão fazendo muita publicidade, tentando semear o terreno, mas ainda nem existe um conselho formalizado entre os donos de franquia", afirmou Jackson. "A pressão deles está grande, mas isso não significa que a mudança irá ocorrer".

O treinador disse ainda que não está surpreso com a possibilidade de Anaheim ser a sede de uma franquia da NBA, mas que sempre pensou que essa franquia seria o Clippers. "Falam de Anaheim para a NBA desde que cheguei aqui (1999), então, não estou surpreso", afirmou Jackson. "Nós sempre nos surpreendemos de o Clippers nunca ter ido para lá, pois vários momentos se mostraram propícios para tal".

    Leia tudo sobre: nba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.