Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Paul Pierce lidera vitória em casa do Boston sobre o Portland

Ala anotou 28 pontos, mas contou com ajuda de arremesso decisivo de Ray Allen no fim; Dallas venceu o Minnesota

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854441423&_c_=MiGComponente_C

O Boston Celtics chegou à sua quinta vitória consecutiva. Nesta quarta-feira, estendeu o seu período de invencibilidade ao superar o Portland Trail Blazers dentro de casa por 99 a 95, num duelo que só foi decidido nos minutos finais.

Paul Pierce estava com a pontaria calibrada e foi o grande comandante do Boston no jogo. Com nove acertos em 11 tiros de quadra, anotou 28 pontos e ainda pegou sete rebotes. O armador Rajon Rondo anotou mais um double-double: dez pontos e dez assistências.

Quando Kevin Garnett acertou um arremesso com pouco mais de cinco minutos por jogar no último quarto, o Boston abriu 16 pontos (96 a 80) e indicava que confirmaria a vitória sem maiores sustos no fim. Mas o Portland não se deu por vencido e engatou uma reação em seguida.

AP
Paul Pierce mantém a bola longe do alcance de Wesley Matthews

Deu tudo certo para os visitantes, que anotaram 15 pontos consecutivos e contaram com uma série de erros ofensivos do oponente. Dessa maneira, derrubaram a desvantagem para um ponto (96 a 95). No entanto, Ray Allen apareceu de forma decisiva para o Celtics.

O ala-armador, que só havia anotado seis pontos até então, recebeu passe de Pierce e acertou um arremesso de longa distância a dez segundos do fim que acabou com as chances de virada do Portland.

Dallas vence a sétima seguida

A série de jogos sem derrota do Dallas Mavericks chegou a sete partidas. Atuando dentro de casa, a equipe texana venceu o Minnesota Timberwolves por 100 a 86 nesta quarta-feira.

O ala Shawn Marion saiu do banco do Dallas e registrou 16 pontos e oito rebotes. O pivô Tyson Chandler teve nove pontos e 18 rebotes. Por outro lado, o ala Dirk Nowitzki esteve longe das suas melhores atuações: anotou somente dez pontos.

O destaque do Minnesota foi o ala-pivô Kevin Love, com 12 pontos e 15 rebotes. O ala Michael Beasley, por sua vez, apareceu com 16 pontos.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG