Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Patrocínio em uniformes será discutido pelos dirigentes da NBA

Assunto estará na pauta da próxima reunião dos cartolas. Na liga feminina norte-americana, os times já adotam patrocinadores

iG São Paulo |

Getty Images
Phoenix Mercury, de Penny Taylor, assinou patrocínio em 2009 na WNBA
As equipes da NBA poderão contar com patrocínios nos uniformes futuramente. De acordo com o “Sports Business Journal”, o assunto será discutido no próximo encontro dos dirigentes das 30 franquias que compõem a liga, que deverá acontecer em abril.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Obviamente, esta é uma decisão que será tomada com toda a liga. Mas como alguém que passou sete anos na Nascar, sei do valor que representa para uma marca estampar seu logo no uniforme de uma equipe. Por isso, é algo que eu apoio”, disse Brett Yormark, diretor do New Jersey Nets.

Leia mais sobre basquete no blog do Fábio Sormani

Há, no entanto, quem demonstre resistência com relação ao assunto, especialmente no que diz respeito ao tamanho do logo dos patrocinadores e a posição que ocuparão nos uniformes. “É algo com que ainda estamos lutando. Existem desafios, e a questão toda é se há como fazer isso de maneira diferente”, disse um executivo de um time na NBA em condição de anonimato ao "Sports Business Journal".

Veja também: Shaquille O'Neal comemora 40 anos de idade. Relembre a carreira do ex-pivô

Um estudo realizado nos EUA em 2011 avaliou um logo estampado em um uniforme ocupando 3,5% da tela da TV em US$ 31,8 milhões (cerca de R$ 56 milhões). Mas ainda há um longo caminho a ser percorrido para que os times adotem patrocínios, visto que existem uma série de questões a serem resolvidas. O direito das emissoras de televisão que transmitem as partidas ou mesmo da Adidas, empresa que confecciona os uniformes, sobre o dinheiro dos patrocínios é uma delas.

Confira ainda: Rajon Rondo e Deron Williams registram marcas históricas na NBA

“Não estou sugerindo que este será um problema fácil de se resolver, mas sinto que é uma medida inevitável. Só precisamos entrar em um acordo sobre o valor e como isso seria feito”, disse Rick Welts, cartola do Golden State Warriors e responsável pelo primeiro acordo de patrocínio da WNBA (liga feminina norte-americana de basquete) entre o Phoenix Mercury e a LifeLock, em 2009.

Leia tudo sobre: basquetenba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG