Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Para Steve Kerr, Pippen é a comparação mais adequada para LeBron

Armador cinco vezes campeão da NBA acredita que ala do Heat tem mais semelhanças com ex-atleta do Bulls do que com Michael Jordan

iG São Paulo |

Quando o Miami Heat garantiu o título da Conferência Leste sobre o Chicago Bulls, o ex-jogador Scottie Pippen afirmou que LeBron James tinha chance de ser melhor do que Michael Jordan . A afirmação foi fortemente contestada e perdeu força com a fraca atuação do ala nas finais contra o Dallas Mavericks , mas continua rendendo respostas.

Para o ex-armador cinco vezes campeão da NBA – três com o Bulls, na década de 1990 – e atual comentarista de televisão, Steve Kerr, a ironia do comentário do ex-companheiro de equipe é que LeBron é muito mais parecido com o próprio Pippen do que com Jordan.

“Na verdade, LeBron é Scottie”, afirmou. “Ele é tão similar com Pippen na defesa porque ele é um monstro, pode defender qualquer um. Scottie sempre gostou de distribuir a bola e esta também é a preferência de LeBron”.

Kerr acredita que a falta de um jogo ofensivo mais sólido faz falta ao ala do Heat. “LeBron é um grande talento e um grande jogador, mas você pode ver suas deficiências”, disse. “Ele não tem um jogo ofensivo consistente, então, quando o jogo aperta, tem dificuldades para conseguir cestas fáceis. Já Jordan fazia isso dormindo”.

Após anotar 26,7 pontos em média na temporada regular e 26,0 pontos nas três primeiras rodadas dos playoffs, o ala viu sua pontuação cair para apenas 17,8 pontos contra o Mavericks. Questionado sobre o assunto nas entrevistas pós-jogo, o atleta disse que não estava interessado em números, mas em ser campeão.

Um dos maiores arremessadores de todos os tempos, Kerr ainda disse acreditar que a formação de LeBron (que não passou pelo basquete universitário antes de virar profissional) como jogador pulou etapas e isso comprometeu o desenvolvimento de seu potencial.

“Michael teve três anos na Universidade da Carolina do Norte”, lembrou. “Isso faz muita diferença. Como resultado, em termos de fundamentos e técnica, LeBron tem algumas lacunas. Ele tem que preenche-las. Se fosse ele, passaria o verão inteiro treinando”.


 

Leia tudo sobre: NBAMiami HeatLeBron James

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG