Time grego dominou rival de Israel na decisão disputada em Barcelona e conquistou sexto título da competição europeia

O Panathinaikos é o grande campeão europeu de clubes. O time grego mostrou força, dominou o Maccabi Electra Tel Aviv e venceu por 78 a 70 a partida disputada na tarde deste domingo em Barcelona na Espanha.

Drew Nicholas tenta o arremesso
Getty Images
Drew Nicholas tenta o arremesso
Foi a sexta vez que o time grego fica com o troféu da Euroliga. Com o resultado na manhã deste domingo, o Panathinaikos deixa para trás o próprio Maccabi em número de conquista e se iguala ao CSKA Moscou como segundo maior campeão. O Real Madrid é maior vencedor da competição. A equipe da capital espanhola já comemorou oito vezes.

Para conquistar o título, o Panathinaikos apostou na defesa. O time grego segurou o Maccabi abaixo dos 30% de aproveitamento nas ações ofensivas durante praticamente todo o duelo. No ataque, a equipe campeã converteu 61% de suas investidas.

Outra chave para a vitória do Panathinaikos foi a atuação coletiva. Nove dos dez jogadores que estiveram em quadra anotaram pontos. Entre eles, destaque para o ala norte-americano Mike Batiste. O jogador fez 18 pontos e foi o cestinha da equipe. Dimitri Diamantidis, eleito MVP (melhor jogador) da Euroliga também teve boa atuação. O armador ficou perto de um "double-double" ao fazer 16 pontos e dar nove assistências. Pelo lado do Maccabi, o melhor foi Eidson Chuck com 17.

O jogo

A decisão da Euroliga começou equilibrada. Panathinaikos e Maccabi se alternaram no controle do placar. No entanto, o time grego assumiu o controle da partida na reta final do quarto inicial. Permitindo 68% de acerto de ataque aos rivais, a equipe israelense fechou o primeiro período em desvantagem: 22 a 15.

Um dos destaques da grande final, Mike Batiste tenta a infiltração para o Panathinaikos
Getty Images
Um dos destaques da grande final, Mike Batiste tenta a infiltração para o Panathinaikos

Com o bom desempenho de Chuck Eidson, o Maccabi reequilibrou as ações no segundo período. O time de Israel chegou a reduzir a desvantagem para apenas um ponto. O jogo então ficou equilibrado, mas sempre com a equipe grega em vantagem. O primeiro tempo acabou com 33 a 30 no placar para o Panathinaikos.

O segundo tempo começou equilibrado. Melhor para o Panathinaikos que conseguiu manter o controle do marcador. O time grego voltou a colocar sete pontos da vantagem ainda na metade do terceiro período apoiado pelo bom desempenho coletivo (nove jogadores da equipe já haviam pontuado).

Bem na defesa, o Panathinaikos evitou o ataque rival nos últimos três minutos do terceiro período. Permitindo apenas 25% de aproveitamento ao Maccabi, o time grego conseguiu colocar a diferença entre as equipes pela primeira vez na casa de dois dígitos.

O Panathinaikos entrou no período final com 11 pontos de vantagem (54 a 43). Dominando os rebotes (22 a 14), o time grego conseguiu manter o conforto no controle do marcador.
Com a melhora no aproveitamento ofensivo, O Maccabi ameaçou uma reação nos dois minutos finais. O time de Israel chegou a reduzir a diferença entre as equipes para apenas quatro pontos. No entanto, a Panathinaikos conseguiu controlar o ímpeto do rival para ficar com o troféu.

Siena bate Real Madrid e fica com terceiro lugar

O Siena é o terceiro colocado na Euroliga. O time italiano levou a melhor no confronto com o Real Madrid disputado em Barcelona. A equipe da capital espanhola foi derrotada por 80 a 62 na manhã deste domingo e ficou com a quarta posição.

Com boa atuação do lituano Ksistof Lavrinovic, o Siena dominou o confronto deste domingo. O pivô foi o grande nome do duelo com 17 pontos, cinco rebotes e cinco assistências. Com o auxílio de outros dois jogadores pontuando em dois dígitos, o time italiano ofuscou a boa atuação de Sergio Llull do Real Madrid. O atleta da do time espanhol foi o cestinha do jogo com 23 pontos.

Para vencer, o Siena contou com boa atuação coletiva. Dos 12 jogadores que estiveram em quadra na decisão do terceiro lugar, 11 marcaram pontos. Com isso, o time italiano conseguiu superar o Real mesmo sendo inferiorizado no aproveitamento de ataque (50% a 48%) e nos rebotes (37 a 31).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.