Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Orlando vira pra cima do Miami e vence fora de casa

Magic reverte desvantagem de 24 pontos para chegar à vitória sobre o Heat. Bolas de três pontos decidem em favor dos visitantes

iG São Paulo |

No clássico da Flórida desta quinta-feira, o Orlando Magic levou a melhor sobre o Miami Heat. O time conseguiu a segunda maior virada da sua história após buscar uma desvantagem de 24 pontos e conquistou a vitória fora de casa por 99 a 96.

O principal anotador do Orlando foi o ala Jason Richardson, que acertou seis bolas de longa distância e fez 24 pontos. O armador Jameer Nelson contribuiu com 16 pontos e sete assistências. Já o pivô Dwight Howard registrou um “double-double”: 14 pontos e 18 rebotes – além de cinco tocos.

Apesar de não ter conseguido evitar a derrota do time local, LeBron James foi cestinha do jogo com 29 pontos. O ala complementou sua boa atuação com seis rebotes, quatro assistências e dois tocos. O ala-armador Dwyane Wade apareceu com 28 pontos e cinco assistências. Já o ala-pivô Chris Bosh teve atuação mais discreta: marcou 13 pontos e apanhou cinco rebotes.

Mike Bibby fez sua primeira partida com a camisa do Miami. O armador começou no banco e atuou por 19 minutos. Fez três pontos e pegou três rebotes.

As bolas de três pontos fizeram a diferença em favor dos visitantes. O Magic acertou 16 tiros de longa distância, resultando em 48 dos 99 pontos anotados pela equipe no confronto. O Heat, em contrapartida, converteu apenas três chutes de três.

Getty Images
Dwight Howard sobe para pegar rebote. Foram 18 capturados pelo pivô do Magic na partida

Os dois times trocaram cestas no princípio da disputa e mantinham-se perto um do outro no marcador. Quando restavam pouco menos de quatro minutos para o encerramento do primeiro quarto, o Orlando vencia por 19 a 17, após enterrada de Dwight Howard. Mas o Miami dominou a partir daí: anotou 13 dos 16 pontos finais do período e abriu 30 a 22.

A reação acendeu os mandantes, que não só permaneceram à frente com estenderam a vantagem na sequência da primeira metade. Foram para os vestiários liderando por 18 pontos (63 a 45). A diferença só não foi maior porque o impressionante arremesso certeiro de Mike Miller, lançado da quadra de defesa, foi realizado logo após o estouro do cronômetro.

O ponto alto do Heat na partida foi quando LeBron James deu uma enterrada, com três minutos jogados da segunda metade, que colocou a equipe com 24 pontos de superioridade em relação ao Orlando no placar. Mas os visitantes iniciaram a reação a partir deste momento e foram buscar um jogo que já parecia perdido.

De maneira impressionante, o Magic anotou 18 dos 20 primeiros pontos do último quarto e conseguiu a virada. Quando faltavam seis minutos para o desfecho da disputa, vencia por sete pontos (89 a 82). O Miami bem que tentou retomar a vantagem, mas não teve forças para reconquistar a vitória que teve em mãos durante grande parte do jogo.

Leia tudo sobre: orlando magicnbamiami heat

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG