Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Orlando passa pelo Clippers e volta a vencer após quatro derrotas

Atuações de destaque de Blake Griffin e Eric Gordon não foram suficientes para impedir a derrota em casa para o Magic

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882582497&_c_=MiGComponente_C

O Orlando Magic colocou um ponto final na sua série de quatro derrotas consecutivas. O time da Flórida se reencontrou com a vitória ao bater fora de casa o Los Angeles Clippers neste domingo por 94 a 85.

Dwight Howard foi o principal líder do Orlando em quadra. O pivô acertou oito dos seus 11 arremessos e anotou 22 pontos, além de ainda ter apanhado oito rebotes. O armador Jameer Nelson apareceu com 17 pontos e nove assistências, enquanto o ala-pivô Brandon Bass somou 13 pontos e 11 rebotes.

AP
Eric Gordon encara a marcação de Brandon Bass e vai para a cesta

Nem mesmo uma nova ótima atuação da dupla Blake Griffin e Eric Gordon salvou o Clippers da derrota. Griffin registrou mais um double-double ao marcar 27 pontos e 16 rebotes, enquanto Gordon fez 28 pontos e deu oito assistências. Mas nenhum outro atleta da equipe local pontuou em duplo dígito.

A defesa do time da Flórida permitiu ao rival somente 38,1% de acerto nos arremessos, ao passo que o ataque teve índice de conversão de 48%. Além disso, os visitantes foram melhores nos rebotes (54 a 42).

A vitória do Orlando foi construída logo no primeiro quarto. O time dominou completamente a partida nos minutos iniciais dos dois lados da quadra. O ataque fluiu bem e a defesa neutralizou as investidas ofensivas do adversário. Assim, os visitantes encerraram o período vencendo por 35 a 14.

Sem conseguir mudar sua postura dentro de quadra de maneira significativa, o Clippers foi para o intervalo perdendo por 19 pontos (59 a 40). Mas o time de Los Angeles ajustou sua defesa nos vestiários e limitou o Magic a apenas dez pontos em todo o terceiro período.

Dessa maneira, os mandantes se aproximaram bastante no marcador e trouxeram a desvantagem novamente para dígito único. Porém, não teve forças para roubar a vitória das mãos do Orlando no último quarto.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG