Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Orlando massacra Atlanta dentro de casa e evita eliminação

Defesa compensa desempenho discreto de Dwight Howard e Magic vence sem a menor dificuldade para seguir vivo na série

iG São Paulo |

Jogando dentro de casa, o Orlando Magic venceu o Atlanta Hawks de maneira acachapante na noite desta terça-feira. A vitória pelo placar de 101 a 76 evitou a eliminação do time da Flórida, que agora perde a série por 3 a 2.

O ala Jason Richardson, que voltou de suspensão nesta partida, anotou 17 pontos pelo Magic. O ala-armador J.J Redick e o ala Ryan Anderson saíram do banco e contribuíram com 14 e 11 pontos, respectivamente. Já Dwight Howard teve números discretos: o pivô somou apenas oito pontos e oito rebotes no confronto.

O Hawks contou com o cestinha da partida: o ala Josh Smith, que fez 22 pontos e ainda pegou 11 rebotes. Outro atleta do time visitante que pontuou em duplo dígito foi o ala reserva Marvin Williams, com 12 pontos.

A defesa do Orlando trabalhou muito bem e limitou o ataque adversário a apenas 36,2% de arremessos certeiros, além de forçar 11 desperdícios de posse de bola.

O jogo

O Orlando vencia por 10 a 8 com pouco mais de seis minutos jogados, quando Howard cometeu sua segunda falta e foi para o banco de reservas. Surpreendentemente, a equipe subiu de produção na ausência do seu principal jogador. Engatou uma corrida de 16 pontos a cinco e terminou o primeiro quarto vencendo por 26 a 13.

Durante os 12 minutos iniciais, o Hawks teve péssimo aproveitamento nos arremessos, acertando apenas três dos 19 que tentou. O ataque mostrou evolução no segundo quarto. Mas a defesa piorou e permitiu que o adversário tivesse sucesso nas bolas de três. Dessa maneira, o Magic chegou ao intervalo com 23 pontos de superioridade (58 a 35).

O Atlanta não ameaçou reagir em momento algum da segunda metade. Pelo contrário: chegou a ficar 32 pontos atrás (90 a 58) quando faltavam pouco mais de sete minutos para acabar o jogo, após uma enterrada de Quentin Richardson.

Como a partida já estava definida, os treinadores deixaram os reservas atuarem durante os minutos finais. O Orlando conquistou a vitória com propriedade nesta noite, mas precisa vencer fora de casa o próximo jogo, na quinta, para forçar a realização de uma sétima partida – que seria disputada no sábado em seu ginásio.

Leia tudo sobre: orlando magicnbaatlanta hawks

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG