Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Orlando domina o Phoenix em casa e vence a terceira partida seguida

Dwight Howard teve 20 pontos e 12 rebotes na vitória do Magic sobre o Suns, que não pôde contar com Steve Nash

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859286735&_c_=MiGComponente_C

O Orlando Magic chegou à sua terceira vitória consecutiva na noite desta quinta-feira. O time da Flórida recebeu no seu Amway Center o Phoenix Suns e venceu por 105 a 89. E a vitória só não foi mais elástica porque a equipe tirou o pé do acelerador no último quarto.

O pivô Dwight Howard acertou oito dos seus nove arremessos de quadra e terminou a partida com 20 pontos, além de ainda ter capturado 12 rebotes. Quem também atingiu o double-double e teve grande parcela de responsabilidade no triunfo do Orlando foi o armador Jameer Nelson, dono de 15 pontos e 12 assistências.

AP
Dwight Howard arremessa para anotar dois dos seus 20 pontos no jogo

O Phoenix teve o cestinha da partida: o veterano ala Grant Hill, com 21 pontos. O ala-pivô Channing Frye anotou dez pontos e pegou seis rebotes. Mas a equipe do Arizona sentiu falta do seu principal jogador, Steve Nash, que não atuou por conta de uma lesão na virilha.

O Magic foi dominante perto da cesta. Foram 40 pontos anotados dentro do garrafão, contra apenas 20 do adversário. O ataque também mostrou-se bem mais solidário do que o do Phoenix: foram 25 assistências no total, ao passo que o Suns distribuiu 15.

Após algumas mudanças na ponta do marcador durante os minutos iniciais, o Orlando assumiu o comando do jogo de maneira definitiva com uma corrida de 13 pontos consecutivos no decorrer do primeiro quarto. Dessa forma, levou a liderança para os dois dígitos (21 a 9) com pouco menos de quatro minutos por jogar no período inicial.

A partir daí, o Magic se distanciou cada vez mais no marcador. Com uma defesa bastante eficiente, limitou o oponente a apenas 34 pontos na primeira metade e foi para os vestiários vencendo por 28 pontos de diferença (62 a 34).

O Phoenix não conseguia sequer esboçar qualquer tipo de reação e chegou a ficar 32 pontos atrás no marcador (91 a 58) após uma cesta no fim do terceiro quarto do armador reserva do Orlando Chris Duhon. Já com as duas equipes sem os titulares em quadra, os visitantes conseguiram se aproximar um pouco no período final e tornaram a derrota menos vexatória.

O resultado deixa o Orlando com oito vitórias e somente três derrotas. Já o Phoenix Suns, que venceu seis jogos, perdeu pela sexta vez na temporada.

Leia tudo sobre: basquete - nba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG