Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

O'Neal está tranquilo com a possibilidade de ser reserva

Experiente pivô do Boston Celtics aceita papel secundário na equipe e elogia outros companheiros do elenco

João Henrique Olegario, IG São Paulo |

Shaquille O'Neal não irá reclamar se for para o banco de reservas. O experiente pivô do Boston Celtics vê com naturalidade a possibilidade de viver algo raro em sua carreira. Para o jogador "agora é hora de outras pessoas".

Os oito pontos nas últimas três partidas (incluindo uma passagem em branco contra o Los Angeles Lakers no domingo), fizeram os rumores sobra a ida de O'Neal ir para o banco de reservas aumentarem. No entanto, aos 38 anos o jogador parece lidar bem com a situação. Em entrevista ao site norte-americano Yahoo, o atleta não apresentou descontentamento.

"Se eu estivesse em uma equipe ruim, eu ficaria chateado", disse O'Neal. "Eu tenho que aceitar. Esta é uma ótima equipe e eu não sou a única esperança de Hall da Fama aqui".

Getty Images
Pivô vê com naturalidade a possibilidade de ir para o banco de reservas
O'Neal tem jogado pouco. A média de 20 minutos por partida que ele tem na atual temporada é a menor de sua carreira. O jogador colabora com 9,3 pontos. É a primeira vez em 19 anos na liga que o jogador contribui com menos de dez pontos.

Na busca pelo quinto título da carreira, O'Neal não se importa de ter um papel secundário. E não é a primeira vez que isso acontece. "Eu comecei a diminuir minhas habilidades quando deixei Wade assumir, depois veio o LeBron".

"Neste mundo em que nós vivemos, todos querem os caras mais jovens", analisou O'Neal. "Quando eu tive meu tempo, eu fiz do meu jeito e fui dominante. Agora é a vez de outra pessoa".

O’Neal tem 1.206 jogos em sua carreira. O jogador foi reserva em apenas nove partidas. Nesta temporada, o pivô começou jogando todos os 36 em que esteve em quadra.

Leia tudo sobre: Shaquille O'Neal

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG