Dupla de jovens astros do Thunder foi fundamental para a vitória sobre o Hornets; Kevin Love comandou o Minnesota

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882505934&_c_=MiGComponente_C

O Oklahoma City Thunder enfrentou o New Orleans Hornets como visitante nesta sexta-feira e se deu bem. Venceu por 97 a 92 com mais uma boa atuação da sua dupla de jovens astros.

O ala Kevin Durant e o armador Russell Westbrook brilharam novamente e comandaram o Okahoma City. Durant fez 25 pontos, deu seis assistências e pegou cinco rebotes. Westbrook, por sua vez, marcou 29 pontos e distribuiu dez assistências.

David West bem que tentou, mas não conseguiu evitar o revés do New Orleans. O ala-pivô atingiu o double-double ao somar 24 pontos e 13 rebotes. Já o armador Chris Paul apareceu com 18 pontos, sete assistências e cinco roubadas de bola.

Getty Images
Russell Westbrook protege a bola da marcação de Chris Paul

O Hornets foi melhor no primeiro tempo. Venceu cada um dos dois primeiros quartos e foi para o intervalo com sete pontos de vantagem: 59 a 52. Mas o ótimo desempenho do Thunder no terceiro período fez com que a liderança mudasse de lado: foram 22 pontos anotados, contra somente 12 dos mandantes, dando à equipe três pontos de frente 74 a 71.

A partida seguiu muito equilibrada e bastante indefinida durante o último quarto. Perdendo por três pontos a 11 segundos do fim, o New Orleans teve a chance de empatar a partida. Mas a bola de Marco Belinelli não caiu. O rebote ficou com Durant, que sofreu a falta e colocou números finais à partida ao acertar dois lances livres.

Minnesota vence em noite de Kevin Love

Atuando dentro do seu ginásio, o Minnesota Timberwolves bateu o Detroit Pistons por 109 a 99. Com 27 pontos e 18 rebotes, o ala-pivô Kevin Love teve participação fundamental no resultado positivo dos mandantes.

Quem também apareceu bem pelo Minnesota foi o armador Luke Ridnour, que marcou 20 pontos e deu dez assistências. Já o pivô Darko Milicic teve 11 pontos e incríveis sete tocos.

O veterano ala-armador Rip Hamilton foi o destaque do Detroit com 26 pontos. Já o jovem pivô Greg Monroe fez apenas oito pontos, mas pegou 15 rebotes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.