Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Oklahoma City consegue virada no fim e supera o New Orleans

Corrida de 14 pontos consecutivos durante o último quarto garantiu vitória do Thunder dentro de casa sobre o Hornets

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854288809&_c_=MiGComponente_C

O New Orleans Hornets visitou o Oklahoma City Thunder e sofreu a sua quarta derrota nos últimos cinco jogos. Em partida bastante disputada e decidida somente na reta final, foi superado pelo time local por 95 a 89.

O grande responsável pelo resultado foi o ala Kevin Durant. A jovem estrela do Thunder foi o cestinha do jogo com 26 pontos e ainda pegou 11 rebotes. O armador Russell Westbrook também atingiu um double-double: fez 25 pontos e deu 11 assistências.  Roubou cinco posses de bola, mas cometeu oito desperdícios no ataque.

AP
David West arremessa sobre a marcação de Jeff Green

Pelo New Orleans, Chris Paul apareceu com 17 pontos, 14 assistências e cinco bolas recuperadas. O pivô Emeka Okafor registrou 13 pontos e apanhou 11 rebotes. O principal pontuador da equipe foi o ala-pivô David West, dono de 20 pontos.

O ataque do Thunder teve desempenho bastante fraco: os jogadores acertaram somente 31 dos 82 arremessos que tentaram, o que resulta num aproveitamento de apenas 37,8%. Mas compensaram a falta de pontaria dominando os rebotes: capturaram 56 ¿ 20 a mais do que o adversário, que apanhou 36.

Decorridos três quartos do confronto, o placar apontava superioridade de apenas dois pontos para o Hornets (70 a 68). Os visitantes seguiram na liderança do marcador no início do último período. Uma cesta de três de Chris Paul com seis minutos restantes no relógio deixou a equipe com seis pontos de frente (81 a 75).

Logo na posse de bola seguinte, as coisas começaram a mudar. Westbrook fez dois lances livres que deram início a uma corrida de 14 pontos consecutivos do Thunder. Assim, o time da casa virou a partida: com 43 segundos para o fim, vencia por 89 a 81.

O Hornets só conseguiu voltar a pontuar depois que Paul sofreu uma falta durante uma tentativa de arremesso de longa distância e cobrou três lances livres, a 34 segundos do encerramento do confronto. A pane no sistema ofensivo custou caro: o time não teve mais tempo para reagir e saiu de quadra derrotado.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG