Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

OKC lamenta início de jogo desastroso contra o Dallas Mavericks

Thunder permitiu que oponente abrisse mais de 20 pontos de frente ainda no primeiro tempo e perdeu vantagem de mando de quadra

iG São Paulo |

O Oklahoma City Thunder teve um primeiro tempo para se esquecer na terceira partida das finais da Conferência Oeste contra o Dallas Mavericks. A equipe deixou que o oponente abrisse mais de 20 pontos de diferença no placar e viu a vantagem de mando de quadra recém-adquirida ser recuperada pelos texanos com vitória por 93 a 87 .

O ala Kevin Durant, líder do Thunder, definiu a situação vivida nos dois primeiros períodos como frustrante. “É difícil começar um jogo, tentar arremessos e ceder cestas fáceis para o adversário”, disse o atleta. “Eles fizeram um bom trabalho forçando que tudo fosse duro para nós. É preciso dar crédito a eles”.

Scott Brooks, técnico do Thunder, também enalteceu o trabalho defensivo do Mavericks no primeiro tempo, mas lembrou que a equipe não estava em um bom dia nos arremessos. “Não há dúvidas que eles começaram o jogo nos atacando e tirando nosso ritmo ofensivo”, afirmou. “E nós também erramos muitas bolas de três. Nem todas foram contestadas”.

A maior parte da vantagem do Dallas foi construída ainda no primeiro quarto, que terminou em 27 a 12. O time de Durant acertou apenas quatro arremessos de quadra e cometeu seis erros de ataque, enquanto o Mavericks converteu 12 cestas e desperdiçou duas posses de bola.

Diferente dos jogos anteriores, os reservas do Thunder não tiveram condições de mudar a cara da partida. Elogiados depois do jogo 2 , os quatro atletas que saíram do banco anotaram apenas 16 pontos em 16 arremessos tentados.

Para seguir com chances de alcançar a final da temporada, Durant acredita que o time precisa dar um passo de cada vez e reconhecer o desafio que enfrenta. “Primeiro, temos que vencer a próxima partida em casa e, então, cair na estrada”, falou o ala. “Nós já vencemos lá antes, por isso temos que voltar e levar uma mentalidade diferente. Sabemos que o restante da série será difícil. Mas, se fosse fácil, todos fariam”.

 

Leia tudo sobre: Kevin DurantRick Carlisle

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG