Franquia quer cortar gastos e pagamento de mais de US$ 10 milhões por temporada como o do ex-treinador está fora de cogitação

Ainda não se sabe quem será o novo técnico do Los Angeles Lakers, o substituto do lendário e agora aposentado Phil Jackson . Mas uma coisa já é certa sobre o contratado: ele não receberá um salário tão lucrativo quanto o do antecessor.

Segundo uma pessoa próxima dos donos da franquia, o novo comandante ganhará entre US$ 3 milhões (quase R$ 5 milhões) e US$ 5 milhões (pouco mais de R$ 8 milhões) por temporada. O salário será, no máximo, metade dos US$ 10 milhões (mais de R$ 16 milhões) que Jackson recebeu nos últimos 12 meses.

Embora represente um corte substancial no padrão que vinha sendo mantido pelo time, o salário ainda deverá ser maior do que a média paga na NBA. Especula-se que a maioria dos treinadores empregados na liga receba entre US$ 2 milhões (pouco mais de R$ 3 milhões) e US$ 4 milhões (R$ 6,5 milhões).

Os principais candidatos ao cargo de técnico do Lakers são o auxiliar técnico Brian Shaw, Mike Brown (ex-Cleveland Cavaliers), Mike Dunleavy (ex-Los Angeles Clippers) e o veterano Rick Adelman (que acabou de deixar o Houston Rockets ). Não se espera que a franquia entreviste outros pretendentes até a próxima semana.

A economia no salário do próximo treinador não é uma medida isolada. Prevendo uma possível greve na NBA, os dirigentes do Lakers estão realizando cortes de gastos. Nas últimas semanas, a equipe informou vários empregados dos departamentos atlético, de vídeo e de recrutamento que seus contratos não serão renovados.

Porém, o maior gasto da equipe não pode ser reajustado. Atualmente, o Lakers possui a maior folha salarial da liga com mais de US$ 87 milhões (mais de R$ 140 milhões) comprometidos. O valor não inclui ainda as renovações dos agentes livres Matt Barnes e Shannon Brown, além do exercício das cláusulas de extensão existentes nos contratos dos novatos Devin Ebanks e Derrick Caracter.

    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.